Diário Digital Procurado pela Interpol, preso por estupro era padrinho de uma das vítimas

Procurado pela Interpol, preso por estupro era padrinho de uma das vítimas

A polícia concluiu as investigações sobre o argentino Sixto Rufino Ortiz de 75 anos, acusado de estuprar duas crianças, uma menina de 7 anos e um menino de 10 anos em Dourados. O homem que era até procurado pela Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), por crimes sexuais cometidos na Argentina, também era padrinho de […] O post Procurado pela Interpol, preso por estupro era padrinho de uma das vítimas apareceu primeiro em Diário Digital.

A polícia concluiu as investigações sobre o argentino Sixto Rufino Ortiz de 75 anos, acusado de estuprar duas crianças, uma menina de 7 anos e um menino de 10 anos em Dourados. O homem que era até procurado pela Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), por crimes sexuais cometidos na Argentina, também era padrinho de uma das vítimas.

De acordo com informações do Dourados News o inquérito sobre os estupros foi relatado e concluído nesta segunda-feira (28) e o argentino figurava como o principal suspeito de abusar de uma menina de sete anos.

A partir do depoimento de testemunhas e das investigações foi possível confirmar que ele esteve doze vezes na Lan House com a criança. Um menino de 10 anos também os acompanhava. O estabelecimento fica localizado no Jardim São Pedro.

Sixto é padrinho da vítima, ele se aproximou da família há 9 anos, antes mesmo do nascimento da menina. Quando a bebê nasceu, pediu para ser o padrinho, tratando-a com carinho, presentes e, dessa forma, ganhando a confiança dos pais.

Durante os levantamentos, também foi constatado que o homem tentou molestar a irmã da vítima, quando ela tinha apenas 11 anos. Com a negativa e temendo ser denunciado, ele ameaçou matá-la na época.

O homem foi denunciado após o proprietário da Lan House desconfiar e procurou a Polícia Civil. Na ocasião, os policiais, juntamente com o Conselho Tutelar, tiveram acesso às imagens do estabelecimento e, ao identificar as duas crianças, a polícia representou pela prisão preventiva do homem.

 Ele foi preso no comércio pela Polícia Civil, com a ajuda de um policial aposentado, no dia 19 de dezembro.

O post Procurado pela Interpol, preso por estupro era padrinho de uma das vítimas apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas