Diário Digital Programa Troco Solidário atinge R$ 3,4 milhões em 2020

Programa Troco Solidário atinge R$ 3,4 milhões em 2020

O programa social Troco Solidário, do Grupo Pereira, que existe desde 2007, encerrou o ano de 2020 com mais de R$ 3,4 milhões em arrecadações, sendo R$ 2,2 milhões vindos de contribuições dos clientes e R$ 1,2 milhão de aporte da companhia. O montante foi distribuído a cerca de 80 entidades beneficentes nos estados de […] O post Programa Troco Solidário atinge R$ 3,4 milhões em 2020 apareceu primeiro em Diário Digital.

O programa social Troco Solidário, do Grupo Pereira, que existe desde 2007, encerrou o ano de 2020 com mais de R$ 3,4 milhões em arrecadações, sendo R$ 2,2 milhões vindos de contribuições dos clientes e R$ 1,2 milhão de aporte da companhia. O montante foi distribuído a cerca de 80 entidades beneficentes nos estados de Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal, onde as lojas do Comper e Fort Atacadista estão presentes.

“O Troco Solidário é uma das principais iniciativas de responsabilidade social da companhia e motivo de orgulho da nossa família. Por isso, no meio da pandemia, criamos também o Troco em Dobro. Nele, o Grupo Pereira duplicou o valor arrecadado pelos clientes, com o objetivo de beneficiar entidades que sofreram com a redução do investimento social em função da pandemia de Covid-19 no Brasil”, explica Beto Pereira, presidente do Grupo Pereira.

O programa consiste em, no próprio caixa da loja, arredondar o valor do tíquete de compras dos clientes das bandeiras Fort Atacadista e Comper para um valor cheio. Essa diferença é repassada para a doação. 

Com o agravamento da crise econômica do Brasil gerada pela pandemia do novo coronavírus, no segundo semestre de 2020 foi registrado um aumento no valor das doações em algumas regiões. A bandeira Fort Atacadista foi a que mais contribuiu com o programa entre julho e dezembro. Neste período, as arrecadações da bandeira do  atacarejo em Santa Catarina passaram dos R$ 420 mil, em Mato Grosso do Sul estiveram próximas dos R$ 260 mil.

A rede de supermercados Comper, no estado do Mato Grosso, arrecadou R$ 245 mil, o que fez o programa ser um sucesso. No Mato Grosso do Sul, as doações beneficiaram institutos como a Fundação Barbosa Rodrigues e o Instituto SOS Pantanal. Cada um recebeu doação no valor de R$ R$ 43.908,80. 

De acordo com Jeferson de Paula Almeida, responsável pela parte estrutural do Instituto SOS Pantanal, os recursos recebidos por meio do programa Troco em Dobro serão utilizados para manutenção da sede, estruturação, montagem e compra de equipamentos de brigadas que serão instaladas no bioma localizado tanto no Mato Grosso do Sul, como no estado vizinho. “Dependemos de recursos de terceiros para sobreviver e ficamos imensamente agradecidos por nossa escolha em participar do troco em dobro”, afirma Jeferson. 

Desde julho do ano passado o Pantanal vem enfrentando problemas em relação às queimadas e o Brasil se mobilizou a apoiar o instituto nos serviços de proteção deste bioma. Segundo balanço do governo do Estado, só em Mato Grosso do Sul o bioma já perdeu 1,408 milhão de hectares. No Mato Grosso, as chamas consumiram outros 2,053 milhões de hectares.

Para 2021, a meta do Grupo Pereira é incentivar os clientes das bandeiras Fort Atacadista e Comper a doarem mais. “Queremos chegar a R$ 3 milhões em doações dos clientes, contra os R$ 2,2 milhões de 2020 e ampliar a número de instituições beneficiadas”, planeja o executivo. 

O post Programa Troco Solidário atinge R$ 3,4 milhões em 2020 apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas