Diário Digital Rapaz chamado é chamado de “preto” e “fedido”

Rapaz chamado é chamado de “preto” e “fedido”

Rapaz de 24 anos, que trabalha em uma loja de vendas de roupas e calçados, localizada na rua Treze de Junho, centro de Corumbá, foi vítima de injúria racial na manhã de sábado, 28 de novembro. Segundo a vítima, o autor, que é vizinho da loja, estava em um carro e ao vê-lo colocando o […] O post Rapaz chamado é chamado de “preto” e “fedido” apareceu primeiro em Diário Digital.

Rapaz de 24 anos, que trabalha em uma loja de vendas de roupas e calçados, localizada na rua Treze de Junho, centro de Corumbá, foi vítima de injúria racial na manhã de sábado, 28 de novembro.

Segundo a vítima, o autor, que é vizinho da loja, estava em um carro e ao vê-lo colocando o lixo em uma lixeira, disse: "Tire esse lixo daí, pois você não pode colocar na minha lixeira seu burro!".

O rapaz não quis discutir e voltou para a loja. Porém, o homem desceu do carro e foi em direção ao funcionário e disse: "seu ladrão, sua raça é suja, você não passa de um preto fedido, escravo dessa loja".

Alguns colegas de trabalho também ouviram indignados o homem ofender o rapaz, que em resposta afirmou: "vou lhe processar, você não pode me tratar assim". O acusado, que estava bastante alterado, então disse: "vai me processar como, se você não tem dinheiro para pagar advogado, você é um negro escravo dessa loja".

Logo depois das ofensas, o homem entrou no carro e foi embora. A vítima ressaltou que imagens de câmeras de segurança registraram toda a ação do acusado e testemunhas presenciaram a cena e os xingamentos. 

O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil como injúria (se consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência), por meio do boletim de ocorrência.

(Com informações Diário Corumbaense )

O post Rapaz chamado é chamado de “preto” e “fedido” apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas