Diário Digital Residências e ruas são alagadas e MS-419 fica intransitável

Residências e ruas são alagadas e MS-419 fica intransitável

No município de Aquidauana (MS), foi registrado pela manhã desta terça-feira, 16 de Fevereiro, as ruas do bairro Alto completamente cobertas pela água da chuva. Já na vila Carvalho, os moradores reclamam que as casas começaram a inundar após uma obra inacabada na rede de esgoto. O bairro está no planejamento da Prefeitura para uma […] O post Residências e ruas são alagadas e MS-419 fica intransitável apareceu primeiro em Diário Digital.

No município de Aquidauana (MS), foi registrado pela manhã desta terça-feira, 16 de Fevereiro, as ruas do bairro Alto completamente cobertas pela água da chuva. Já na vila Carvalho, os moradores reclamam que as casas começaram a inundar após uma obra inacabada na rede de esgoto. O bairro está no planejamento da Prefeitura para uma nova galeria fluvial, mas é preciso que a chuva diminua para que os trabalhos comecem.

Vídeo:

(Vídeo: Yuri Marinho)

Com as fortes chuvas, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) chegou a emitir uma nota com alerta laranja para chuvas e fortes rajadas de ventos na região. Nessas condições, há riscos de corte da rede elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas intensas. A temperatura fica na casa dos 20°C, em que a possível máxima é de 34°C. De acordo com a Defesa Civil do município, nas últimas 48 horas choveu 200 mm.

Uma moradora identificada como Cristiane contou ao site O Pantaneiro, que acordou com a água entrando em sua casa e acredita que isso só acontece por conta de uma obra de encanamento que está sendo feita na rua atrás da sua residência.

"A água está escoando devagar por causa da reforma que estão fazendo. Era umas 6h da manhã, quando começou a entrar em casa de surpresa. Tivemos que levantar todos os móveis”, disse a moradora.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Fotos: Divulgação/O Pantaneiro)

Edemilra que também mora algumas quadras para cima, alega que já entrou em contato com o Ministério Público, pois, uma rede de esgoto foi estourada durante uma reforma e alguns moradores ainda tamparam a valeta que ajudava no escoamento da água.

Em dias como hoje, a casa acaba inundando, por isso, construiu nas entradas da residência muros e barreiras. “Toda essa água que está vindo para cá é suja. Não sabemos mais a quem recorrer”, desabafa.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Foto: Divulgação/O Pantaneiro)

Já a MS-419, conhecida como Reta do Taboco também no município, amanheceu hoje (16) mais parecendo um rio por conta da correnteza gerada pela água da chuva. O registro foi feito um caminhoneiro, por volta das 6h da manhã.

Segundo o homem, ele ainda tentou atravessar mas acabou ficando atolado e acredita que toda a região está intransitável. “A água atravessou aterro onde eu nunca vi atravessar. Na fazenda Pirainha e Santa Maria pareciam um mar de tanta água. Agora caiu umas cabeceiras de rio, tornando a Reta intransitável”, alerta.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Foto: Divulgação)

Recomendações — Se possível, desligue os aparelhos elétricos e até o quadro geral de energia no momento da tempestade. Em casos de rajadas de ventos, não se abrigue em árvores e não estacione seu veículo perto de torres de transmissão ou placas de propagandas.

Para emergências, entre em contato com o Corpo de Bombeiros pelo 193. A Prefeitura já está com o Plantão Social ativado, onde as pessoas podem recorrer ligando ou mandando mensagem para o (67) 9.9288-3963.

O post Residências e ruas são alagadas e MS-419 fica intransitável apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas