Diário Digital Servidores do IFMS cobram medidas de segurança e ameaçam entrar em greve

Servidores do IFMS cobram medidas de segurança e ameaçam entrar em greve

Após assembleia realizada na sexta-feira (3) o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional (SINASEFE-MS) decidiu pela extensão do indicativo de greve contra a antecipação do retorno das atividades de ensino presencial em todos os campi do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS). A decisão foi tomada após 22 votos […] O post Servidores do IFMS cobram medidas de segurança e ameaçam entrar em greve apareceu primeiro em Diário Digital.

Após assembleia realizada na sexta-feira (3) o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica e Profissional (SINASEFE-MS) decidiu pela extensão do indicativo de greve contra a antecipação do retorno das atividades de ensino presencial em todos os campi do Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS).

A decisão foi tomada após 22 votos favoráveis e uma abstenção durante a assembleia, também foi montada uma comissão de negociação e mobilização, que será responsável por dialogar com a reitoria e elaborar materiais para informação da base sindical.

No dia 19 de agosto o grupo já havia deliberado pelo indicativo de greve, onde foi considerado precipitado o retorno das atividades, devido a atual pandemia.

Foi solicitado à reitoria informações sobre as condições do retorno, protocolos de biossegurança, fornecimentos de EPIs e orientações sobre o procedimento das atividades de ensino presencias. Entretanto essas informações não foram fornecidas até o momento.

Com isso a assessoria jurídica do sindicato realizou uma representação junto ao Ministério Público do Trabalho, solicitando fiscalização das condições de segurança adotadas pelo IFMS para o respectivo retorno.

O grupo também está em processo de finalização de ação judicial com o objetivo de parar todo processo de retorno presencial, até que seja garantido condições de segurança a toda a comunidade acadêmica do instituto.

Em nota a diretoria estadual do SINASEFE|MS segue o posicionamento nacional do sindicato sobre o retorno. “Somente haverá possibilidade de trabalhar se existir segurança declarada por órgãos ligados à saúde, como, por exemplo, o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)”.

Diante dos fatos, caso as atividades retornem sem condições seguras, o grupo entrará em greve imediata.

(Dourados News)

O post Servidores do IFMS cobram medidas de segurança e ameaçam entrar em greve apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas