Diário Digital Sumiço de Iphones do sistema de rastreamento levou Derf até central de desbloqueio

Sumiço de Iphones do sistema de rastreamento levou Derf até central de desbloqueio

A Polícia Civil conseguiu chegar à central que fazia o desbloqueio de aparelhos de celular em Campo Grande por meio de uma observação nos casos de furtos e roubos de Iphone na Capital. Geralmente esse modelo era descartado pelos criminosos por conta do fácil rastreamento e o aparelho acaba sendo localizado e recuperado. No entanto […] O post Sumiço de Iphones do sistema de rastreamento levou Derf até central de desbloqueio apareceu primeiro em Diário Digital.

A Polícia Civil conseguiu chegar à central que fazia o desbloqueio de aparelhos de celular em Campo Grande por meio de uma observação nos casos de furtos e roubos de Iphone na Capital. Geralmente esse modelo era descartado pelos criminosos por conta do fácil rastreamento e o aparelho acaba sendo localizado e recuperado. No entanto há pelo menos seis meses isso não vinha acontecendo, o que levantou a suspeita da equipe de investigação da Derf, a Delegacia de Roubos e Furtos.

Segundo o delegado da Derf, Fábio Brandalise, a investigação começou após a observação desse detalhe. Nesta semana os policiais chegaram à central de desbloqueio que ficava em uma casa no bairro Pioneiros. Um rapaz de 19 foi preso. Eles desbloqueava celulares e Iphone furtados e roubados dentro do próprio quarto. Ele morava com os pais que não sabiam da atividade ilícita do filho. Os pais afirmaram à polícia que acreditavam que o jovem trabalhava com manutenção de celulares.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Delegado Fábio Brandalise, da Derf (Foto: Gabriel Torres)

Ao todo foram encontrados 28 celulares na casa dele. No quarto ele utilizava 2 notebooks e 1 computador com programas que faziam o desbloqueio. Em seguida os aparelhos eram vendidos. O delegado reforça a necessidade e o cuidado que as pessoas devem ter ao comprar um aparelho de outra pessoa exigindo comprovante de procedência. “O cidadão de bem que quer comprar um celular usado, ele deve adotar cuidados mínimos como exigir a nota fiscal e no mínimo o recibo com a qualificação de quem está vendendo o celular para ele”, orienta.

O jovem de 19 anos agia em parceria com os bandidos e desbloquear os aparelhos. Ele cobrava de R$ 200 a R$ 1 mil por aparelho desbloqueado e é considerado o único do Estado a fazer esse tipo de procedimento.

Como os 28 celulares encontrados na casa dele estavam sem nota fiscal ou qualquer registro de procedência ele foi preso pelo crime de receptação qualificada. O acusado vai responder pelo crime em liberdade com uso do tornozeleira conforme decisão do juiz em audiência de custódia.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Computador, notebook, equipamentos e celulares foram apreendidos no local (Foto: Gabriel Torres)

Além dele foi preso no mesmo dia um outro suspeito de suspeito de 27 anos que estava na casa, com um celular para ser desbloqueado. A polícia investiga afora se havia uma quadrilha especializada no roubo e desbloqueio dos aparelhos atuando com o acusado.

O rapaz de 19 anos já tem passagens pela polícia. No ano passado ele chegou a ser preso pela Derf acusado de participar do assalto a uma farmácia.

O post Sumiço de Iphones do sistema de rastreamento levou Derf até central de desbloqueio apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas