Diário Digital Suspeito de incendiar casa da ex é procurado pela polícia

Suspeito de incendiar casa da ex é procurado pela polícia

A polícia está à procura de Bruno Silveira de Souza, de 31 anos, acusado de incendiar, na última quinta-feira, 10 de junho, a moto e colocar fogo no quarto da ex-esposa, por não aceitar o fim do relacionamento. No momento do incêndio, a mulher não estava em casa. O fato ocorreu na Vila Aimoré, em […] O post Suspeito de incendiar casa da ex é procurado pela polícia apareceu primeiro em Diário Digital.

A polícia está à procura de Bruno Silveira de Souza, de 31 anos, acusado de incendiar, na última quinta-feira, 10 de junho, a moto e colocar fogo no quarto da ex-esposa, por não aceitar o fim do relacionamento. No momento do incêndio, a mulher não estava em casa. O fato ocorreu na Vila Aimoré, em Campo Grande.

Desde então, a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) representou pela prisão preventiva de Bruno, o pedido foi acatado pela justiça e o suspeito segue foragido.

Segundo informações de vizinhos, a mulher estava morando havia quatro meses na residência e há 1 mês o ex-marido começou a morar com ela. De acordo com os relatos, o casal começou a brigar uma semana atrás por ciúmes da parte dele e chegaram a se resolver.

No dia 10, por volta das 11h da manhã, a mulher acionou a Polícia Militar após o ex-companheiro tentar quebrar o celular dela por ciúmes e se recusar a sair da residência.

Quando os policiais chegaram ao local, o homem aceitou ir embora da casa, e segundo informações, não voltou mais. Porém, por volta das 18h, o ex-marido retornou ao local.

"Não há como afirmar se realmente ele foi lá com a intenção de matá-la, porque logo após praticar o crime, ele teria ligado para ela e a ameaçou de morte e disse que iria queimá-la também", afirmou a delegada Joilce Ramos, responsável pelo caso.

Segundo informações, durante o relacionamento o homem era muito possessivo, ciumento e a vítima era vigiada até mesmo no emprego.

A mulher já havia feito um pedido de medida protetiva contra o ex-companheiro, em maio, deste ano por ameaça, mas ele não tinha sido intimado ainda.

Bruno está foragido por invasão a domicílio, ameaça e incêndio qualificado. Além de responder por violência doméstica.

Denúncias sobre o paradeiro dele podem ser feitas no número: 67  99273.6024.

O post Suspeito de incendiar casa da ex é procurado pela polícia apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas