Diário Digital Testemunha-chave do crime, irmão da vítima não consegue depor

Testemunha-chave do crime, irmão da vítima não consegue depor

 Até agora, apesar de ter dito que se apresentaria a polícia, o suspeito de matar o caminhoneiro Gilmar da Silva, de 37 anos, não compareceu a 4 ª DP (Delegacia de Polícia), no Bairro Moreninhas, em Campo Grande. O rapaz de 23 anos fugiu com a ajuda do pai. Conforme o delegado Nilson Friedrich, quatro […] O post Testemunha-chave do crime, irmão da vítima não consegue depor apareceu primeiro em Diário Digital.

 Até agora, apesar de ter dito que se apresentaria a polícia, o suspeito de matar o caminhoneiro Gilmar da Silva, de 37 anos, não compareceu a 4 ª DP (Delegacia de Polícia), no Bairro Moreninhas, em Campo Grande. O rapaz de 23 anos fugiu com a ajuda do pai.

Conforme o delegado Nilson Friedrich, quatro testemunhas foram chamadas para prestar esclarecimentos, entre elas a mãe do suspeito. O motivo do crime também não está claro ainda.

Segundo testemunhas, Gilmar foi morto para defender o irmão que é usuário de drogas. Ele, inclusive, é uma testemunha-chave para a polícia. Porém, não conseguiu prestar depoimento por estar sob efeito de entorpecente. O acordado era que ele voltaria à delegacia nesta manhã, mas o irmão da vítima não apareceu ou foi visto pelos familiares novamente.

A polícia também procura por imagens do crime, mas segundo o delegado, as únicas câmeras de segurança que podem ter gravado o momento do assassinato é a da conveniência do pai do suspeito.

No local do crime, a perícia não encontrou cápsulas da arma usada e a vítima teria morrido com três tiros. O delegado aguarda o laudo do IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).

A Polícia Civil deve representar pela prisão preventiva do suspeito.

O crime - Gilmar da Silva, de 37 anos, teria sido atingido por dois tiros no peito e um no pescoço. O alvo do atirador, na verdade, seria o irmão do caminhoneiro que estava envolvido em uma briga.

Por volta das 17h, Gilmar passava pela Rua Araticum quando viu o irmão discutindo com uma dupla. Ele desceu da motocicleta que pilotava e foi até o local tentar parar a briga, momento em que foi baleado.

Populares acionaram equipes dos bombeiros e do Samu. Porém, a vítima acabou morrendo no local do crime.

O post Testemunha-chave do crime, irmão da vítima não consegue depor apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas