Cidades Em tempos de crise, traçar metas pode ajudar a produtividade

Em tempos de crise, traçar metas pode ajudar a produtividade

Com o aumento de casos de Covid-19 no Brasil, a população vivencia um momento crítico da pandemia. Em meio aos avanços e recuos de medidas incisivas para conter o vírus, estudantes e trabalhadores sentem o peso da mudança na rotina, mesmo após aprendizados e reinvenções de 2020. Por isso, ter metas para atingir objetivos pode […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio

Com o aumento de casos de Covid-19 no Brasil, a população vivencia um momento crítico da pandemia. Em meio aos avanços e recuos de medidas incisivas para conter o vírus, estudantes e trabalhadores sentem o peso da mudança na rotina, mesmo após aprendizados e reinvenções de 2020. Por isso, ter metas para atingir objetivos pode melhorar a produtividade. E não há tempo certo para traçá-las, sendo ainda mais oportuno na crise.

As crises geram a necessidade de rápidas inovações e, em geral, aparecem ao vermos problemas antigos não resolvidos. “Adicionalmente, o presente é que constrói o futuro. Por isso, todas essas questões devem ser consideradas na hora de se traçar metas para qualquer área da vida. E apesar de não termos controle de tudo e vivermos em um mundo de incertezas, são as metas que nos dão um direcionamento e nos permitem seguir em frente em busca delas”, explica a Profa. Ma. Gislene Silva, coordenadora do curso de Administração do Unipê.

E como um norte, as metas facilitam a alcançar o que objetivamos. Caso não as tenha atingido, não se pode descartá-las, recomenda Gislene. “Quando não se é bem-sucedido no alcance de uma meta, é hora de rever as estratégias e ações que estão sendo implantadas para a sua busca, o que pode indicar a necessidade de adaptação ou mudança”, sugere.

Como começar?

Primeiro, registre suas metas. Tem muita gente que consegue tê-las em mente até atingi-las, mas a maioria das pessoas não consegue fazer isso. “Por isso, sugiro que as escreva em um caderninho, planilha ou quadro reservado só para isso e faça uma espécie de check-list, dando um tick sempre que uma meta for alcançada. Isso permite ter a visão dos resultados, o que traz mais motivação para seguir em frente em busca de outras metas”, diz.

As metas mais imediatas devem ser feitas em primeiro lugar. Então, deixe-as bem visíveis. “Organizá-las por ordem de prioridade é interessante. Uma ferramenta que pode ajudar no planejamento das metas, para seu devido alcance, é a 5W3H, que apesar de ser gerencial, se aplica a qualquer área da vida”, recomenda Gislene.

Driblando a falta de concentração

Situações que geram distração e distanciam a pessoa do alcance das metas são normais. Assim, planeje as estratégias e ações para gerar resultados, ponha em prática cada ação idealizada e dê o melhor de si. “Cada ação é importante para atingir de forma plena o resultado almejado”, salienta Gislene.

Outra maneira de driblar a falta de concentração é apostar no autoconhecimento para entender pontos fontes e explorá-los, além de diminuir os aspectos fracos. Atente-se ao seu redor e identifique oportunidades que vão lhe aproximar da obtenção de bons resultados. “Ainda, trabalhar as características da positividade, determinação e paciência são fundamentais, sem esquecer de fazer uma avaliação realística de tudo que foi feito e alcançado”, conclui a especialista.

Últimas