Cidades Estado termina 2020 com alta de 14,39% na arrecadação de impostos

Estado termina 2020 com alta de 14,39% na arrecadação de impostos

A arrecadação dos três impostos estaduais (ICMS, IPVA e ITCD), no último

Portal Correio
A arrecadação dos três impostos estaduais (ICMS, IPVA e ITCD), no último mês de novembro, na Paraíba, registrou mais um crescimento acima de dois dígitos (14,39%), quando comparada a igual período de 2019. É a quarta alta consecutiva da arrecadação da receita própria do Estado, após uma queda no período de abril a julho. Ela foi puxada mais uma vez em novembro pelo carro-chefe da arrecadação do Estado, o ICMS (13,39%) com a retomada de crescimento iniciada no mês de agosto. Os dados são do Boletim Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB). Segundo a publicação, pela primeira vez desde quando começou a pandemia, a receita própria do Estado acumulada de abril a novembro de 2020 apresentou superávit de R$ 34,3 milhões, resultando numa diferença positiva de 0,83% sobre igual período do ano anterior. Os tributos responsáveis pelo superávit foram do ICMS e do IPVA, que incrementaram a receita própria em R$ 16,9 milhões e R$ 28,8 milhões, respectivamente. Já o ITCD registra ainda redução da receita de R$ 11,5 milhões, no acumulado do mesmo período. O ‘Boletim Covid-19’, que é uma ação conjunta de diversas gerências da SEFAZ-PB, é uma publicação mensal. O informativo, em sua elaboração, tem contribuições da Gerência Operacional de Informações Econômico-Fiscais (GOIEF), da Gerência Executiva de Arrecadação e de Informações Fiscais (GEAIF), da Gerência de Planejamento (GPLAN), da Gerência de Tecnologia e Informação (GTI), da Escola de Administração Tributária (ESAT) e da Assessoria de Imprensa.

Últimas