Cidades Estudo diz que ocupação dos leitos de UTI mantém tendência de alta

Estudo diz que ocupação dos leitos de UTI mantém tendência de alta

Um estudo do Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional (Labimec) da Universidade

Portal Correio

Um estudo do Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional (Labimec) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) revela que, há quase um mês, a ocupação dos leitos adultos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em toda a Paraíba mantém tendência de alta. Essa tendência foi calculada com base na média móvel exponencial no espaço de 13 dias, até o último dia 21, período médio entre o início de uma hospitalização e de possível óbito por causa da Covid-19.

Leia também:

Composto sintético criado na Paraíba é promissor no combate ao câncer

Desde o início do monitoramento, os pesquisadores da UFPB percebem alguns pontos que devem ser destacados: há relação direta entre o número de casos ativos e de hospitalizados; maior influência no número de hospitalizados em UTI advém de um grande volume de hospitalizados na enfermaria; o período de 10 de maio a 18 de junho teve o maior número de ocupação de leitos, até o momento; e, atualmente, dos hospitalizados, cerca de 40% estão em UTIs.

De acordo com Cássio Bessaria, coordenador do laboratório da UFPB, João Pessoa e Campina Grande, no Agreste do estado, são os municípios que possuem a maior infraestrutura hospitalar na Paraíba, totalizando, ao menos, 70% dos leitos disponíveis.

“A implementação de leitos no interior e em municípios maiores, tais como Santa Rita, na região metropolitana, foi fundamental para o sistema de saúde, garantindo uma margem de leitos disponíveis estável”, afirma Rodrigo Ruiz, estudante do curso de Economia da UFPB que colaborou para a análise.

Segundo o último boletim divulgado pelo laboratório da UFPB, na sexta-feira (20), na Paraíba, não houve implementação de novos leitos, possuindo 761 para hospitalização. Desse total, 267 são UTIs, representando 35,09 % dos leitos disponíveis no estado.

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, nessa segunda-feira (23) a ocupação de leitos de UTI adulto, pediátrico e obstétrico em todo o estado era de 45%. Se for feito um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP), 53% estavam ocupados. Em Campina Grande, estavam ocupados 37% de leitos de UTI adulto, e, no Sertão, 57%.

Ainda de acordo com a pasta, a Paraíba contabilizou, nessa segunda, mais 131 casos confirmados de Covid-19, totalizando 142.588. O número de óbitos em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus chegou a 3.256.

Últimas