Cidades Fabricantes fazem acordo para garantir oferta de oxigênio a hospitais da Paraíba

Fabricantes fazem acordo para garantir oferta de oxigênio a hospitais da Paraíba

Empresas produtoras de oxigênio fizeram um acorco para garantir cota extra de 124 mil m3 de oxigênio líquido para suprir os hospitais paraibanos nos próximos 15 dias. Também ficou acertada a possibilidade de continuar com a cota extra de 48 mil m3 para as semanas seguintes. O acordo foi firmado por meio de reunião virtual nessa semana, […]

Portal Correio
Oxigênio

Oxigênio

Portal Correio
Foto: Pixabay

Empresas produtoras de oxigênio fizeram um acorco para garantir cota extra de 124 mil m3 de oxigênio líquido para suprir os hospitais paraibanos nos próximos 15 dias. Também ficou acertada a possibilidade de continuar com a cota extra de 48 mil m3 para as semanas seguintes.

O acordo foi firmado por meio de reunião virtual nessa semana, entre o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público da Paraíba (MPPB), e as empresas White Martins, Messer, Air Liquide e a distribuidora SOS Oxigênio; Secretaria de Estado da Saúde; Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa e Ministério da Saúde.

Na reunião do dia 31 de maio, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, expressou preocupação sobre o possível desabastecimento de oxigênio no estado e apontou como elemento de preocupação adicional o fato de que a Paraíba não possui planta instalada, dependendo do fornecimento de plantas instaladas em outros estados, que também estão passando por situações críticas.

O secretário executivo, Daniel Beltrammi, acrescentou que a distribuidora SOS Oxigênio atende quase 2/3 da demanda de oxigênio da Paraíba e asseverou a suficiência de oxigênio apenas até esta quarta-feira (2/6). Ele informou que o Ministério da Saúde foi comunicado sobre a situação crítica do estado; da falta de planta produtora e a consequente dependência de cadeia logística de distribuição, somada à dependência de malha rodoviária para o escoamento.

Últimas