Cidades Faixa etária de crianças que poderão se vacinar contra gripe é ampliada em João Pessoa

Faixa etária de crianças que poderão se vacinar contra gripe é ampliada em João Pessoa

A Prefeitura de João Pessoa está ampliando a faixa etária de crianças que podem se vacinar contra a Influenza. A partir desta segunda-feira (19), poderão se imunizar as crianças de seis meses a menores de 5 anos, 11 meses e 29 dias. Além delas, segue a vacinação para gestantes, puérperas e trabalhadores de saúde da […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Kleide Teixeira/Secom-JP

A Prefeitura de João Pessoa está ampliando a faixa etária de crianças que podem se vacinar contra a Influenza. A partir desta segunda-feira (19), poderão se imunizar as crianças de seis meses a menores de 5 anos, 11 meses e 29 dias.

Além delas, segue a vacinação para gestantes, puérperas e trabalhadores de saúde da atenção básica que atuam nas unidades de saúde da família (USF’s). A primeira etapa da mobilização segue até o dia 10 de maio, ampliando para outros grupos, posteriormente.

Com a meta de imunizar 90% do público alvo, a campanha está dividida em três etapas. A primeira vai atender o público de crianças de seis meses até menores de seis anos, gestantes, puérperas, indígenas e trabalhadores de saúde. Já foram atendidas apenas as crianças de seis meses até menores de dois anos, gestantes, puérperas e trabalhadores de saúde da atenção básica que atuam nas USFs. Os grupos desta etapa estão sendo ampliados conforme o recebimento de novas doses do Ministério da Saúde.

As pessoas que fazem parte dos grupos que já podem se vacinar, podem se dirigir, de segunda a sexta-feira, a uma das USFs integradas, no horário das 7h às 11h e 12h às 16h; policlínicas municipais, das 7h às 17h; e Centro Municipal de Imunizações no período das 8h às 16h. É importante que os pais e responsáveis de crianças que estão na faixa etária desta etapa levem o cartão de vacinação para a atualização, caso o esquema vacinal não esteja em dia.

O imunizante

A vacina contra a gripe não tem eficácia contra o novo coronavírus, mas a imunização vai ajudar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para Covid-19, já que alguns dos sintomas são parecidos com os da gripe. O objetivo é reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções provocadas pelos vírus Influenza, e também desafogar os serviços de pronto atendimento.

Composta por vírus inativado, a vacina protege contra os três tipos de vírus que mais circulam no hemisfério sul: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). Há um alerta para quem se vacinou contra a Covid-19: essas pessoas deverão respeitar um intervalo de 14 dias para tomar outras vacinas do calendário vacinal, inclusive a desta campanha, que previne contra a influenza.

Outras etapas

Neste ano, em função da vacinação contra a Covid-19, os idosos a partir de 60 anos serão imunizados na segunda etapa da campanha, que começa no dia 11 de maio e vai até 8 de junho. Os professores também deverão ser contemplados nesta etapa.

No período de 9 de junho a 9 de julho, poderão ser imunizadas as pessoas com comorbidades, deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; trabalhadores portuários, profissionais das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas. Mesmo com o início de uma nova etapa, as pessoas incluídas nos grupos anteriores podem continuar recebendo a vacina da mesma forma.

Últimas