Adolescente desaparecido há três dias é encontrado morto em mangue de Guarapari

Familiares lamentaram a morte e o Corpo de Bombeiros alerta para os perigos e riscos de afogamento durante este período do ano

Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O corpo de um adolescente de 12 anos foi encontrado na maré, em Guarapari. Ele estava desaparecido desde segunda-feira (23). Familiares lamentaram a morte e o Corpo de Bombeiros alerta para os perigos e riscos de afogamento.

Raul Alves Sabino foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (25). A aposentada Alaíde Sabino, avó do adolescente ficou inconformada com a perda do neto. “Eu não tenho nem como dizer, pois esse menino era tudo pra mim. Na segunda e na terça ele não foi para a escola. Não sei quem avisou [do encontro], mas o irmão dele chegou desesperado na minha casa avisando”, disse.

O corpo foi encontrado em um mangue, localizado entre a região da Machinda e o bairro Camurugi. O corpo estava boiando por baixo de algumas árvores, quando foi encontrado por dois pescadores, pai e filho. Era por volta das 7h30. “Chegamos para pescar e eu subi em cima da pedra e vi o corpo. Até brinquei com meu pai, dizendo que era um boneco. Mas quando cheguei mais perto, vi que era um corpo”, disse o pescador Marcos José Rodrigues.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e não teve muita dificuldade para resgatar o corpo. O sargento Fábio alerta para o risco de afogamento e ressalta que o perigo aumenta com a chegada da primavera e proximidade do verão. “Os pais têm que ter cuidado e não deixar os filhos nadarem sozinhos ou com coleguinhas, principalmente crianças”.

A Polícia Civil informou que o caso foi registrado, inicialmente, como encontro de cadáver e seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarapari. Apenas após a realização dos exames será possível afirmar se houve causa de morte violenta ou não.