Folha Vitória Advogada não era alvo de suspeito que matou casal em Santa Leopoldina, diz polícia

Advogada não era alvo de suspeito que matou casal em Santa Leopoldina, diz polícia

Suspeito tinha uma desavença com D'Ali Atash e foi ao local com propósito de assassinar somente ele, mas Marinelva estava junto

Folha Vitória
Foto: Facebook
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O suspeito de assassinar a advogada Marinelva Venturim de Paula e o marido D'Ali Atash no último domingo (18), em um sítio do casal na região de Colina Verde, em Santa Leopoldina, região serrana do Espírito Santo, confessou o crime após ser preso, nesta terça-feira (20). A polícia afirma que o alvo era apenas o homem, com quem tinha uma desavença.

Segundo informações passadas pelos investigadores, o objetivo do suspeito era cometer o crime e fugir, mas após o assassinato, ele teria ido para um bar, onde estava bebendo enquanto pensava para onde ir. Ele já tem passagem na justiça por posse ilegal de arma de fogo. A motivação seria uma compra mal resolvida.

Mais informações em instantes!

Últimas