Folha Vitória Ales e Findes debatem exploração de sal-gema no Espírito Santo

Ales e Findes debatem exploração de sal-gema no Espírito Santo

Reunião vai abordar capacitação de profissionais para atuarem nas empresas que poderão arrematar os lotes do leilão das jazidas

Folha Vitória
Foto: Coluna De Olho no Poder
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Depois de duas semanas de recesso, a Assembleia Legislativa do Espírito Santo retoma os trabalhos nesta segunda-feira (02). 

Dentre os destaques da semana está a reunião da Frente Parlamentar do Sal-Gema, nesta terça (03), com a participação da presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Cristhine Samorini. 

A reunião acontecerá de forma híbrida (presencial e remota), e deverá abordar os temas relacionados à capacitação de profissionais para atuarem nas empresas que poderão arrematar os lotes do leilão das jazidas. 

Além da Findes, também foi convidado para participar das discussões o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann. 

As empresas interessadas em participar do leilão para concessão da exploração das jazidas no Norte do Estado serão divulgadas em novembro. A expectativa é de que, já no ano que vem, surjam as primeiras vagas de emprego no Espírito Santo.

Sal-gema

Sal-gema é o cloreto de sódio, acompanhado de cloreto de potássio e de cloreto de magnésio, que ocorre em jazidas na superfície terrestre. As substâncias podem ser usadas em diversas finalidades industriais, como vidro, papel e celulose.

No Espírito Santo, conforme levantamento do governo federal, foi descoberta a maior jazida de sal-gema da América Latina. São 11 áreas localizadas no Norte do Estado, em Conceição da Barra, Ecoporanga e Vila Pavão. A expectativa é que as áreas possam ser leiloadas.

Últimas