Folha Vitória Ampliação da Terceira Ponte com ciclovia começa no mês de abril

Ampliação da Terceira Ponte com ciclovia começa no mês de abril

Consórcio responsável pela obra já iniciou os serviços de execução com a aquisição de material e montagem de canteiro. O prazo de entrega é de 3 anos

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Está previsto para abril o início das obras de ampliação da Terceira Ponte - que liga os municípios de Vitória e Vila Velha. A informação é da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi). O consórcio responsável pela obra já iniciou os serviços de execução com a aquisição de material e montagem de canteiro.

O projeto contempla ciclovias, mais duas faixas, barreira de proteção de prevenção a suicídios e até um mirante. A ponte é um dos principais gargalos no trânsito da Grande Vitória.

O governador Renato Casagrande assinou a ordem de serviço para as obras no final de setembro de 2020. O vencedor na licitação foi o Consórcio Ferreira Guedes-Metalvix, com previsão de até seis meses para concluir a fase dos projetos.

>> Leia também: Ciclovia na Terceira Ponte deve ficar pronta em três anos

O projeto

Além da ciclovia, a Terceira Ponte ganhará mais uma faixa em cada sentido, ficando com seis faixas no total. A expectativa é que a capacidade de fluxo de veículos na ponte seja aumentada em torno de 40%. Hoje, a ponte possui quatro pistas, sendo duas em cada sentido.

Para a inclusão das novas faixas, as pistas existentes ficarão mais estreitas e as proteções central e laterais também serão estreitadas. As pistas laterais serão para uso exclusivo de transporte coletivo e passarão a ter 3,10 metros cada uma. Já as pistas do meio serão destinadas para automóveis e terão 2,80 metros cada uma.

Inclusão de ciclovia para mobilidade

A obra também incluirá duas ciclovias, uma em cada sentido, que serão interligadas à malha cicloviária de Vila Velha e Vitória. A faixa para ciclistas ficará abaixo da visibilidade dos automóveis que passarem pela ponte.

Ao lado dela haverá uma grade antiescalada para a proteção, com altura de 3 metros, que, segundo o governo, não atrapalhará a vista da Baía de Vitória. Próximo ao vão central, a ciclovia terá um alargamento de seis metros de largura e funcionará como um mirante. Neste ponto, parte da grade será substituída por vidro, para que as pessoas tenham ampla visão da paisagem.

VEJA MAIS IMAGENS DO PROJETO

Prazo de entrega em 3 anos

As obras da Terceira Ponte foram contratadas na modalidade de Regime Diferenciado de Contratação. O Consórcio Ferreira Guedes Metalvix apresentou a melhor proposta e vai executar os serviços (projetos básicos, executivos e obras) pelo valor de R$ 127 milhões, com prazo de três anos e dois meses.

A proposta de intervenções foi apresentada em 2019 pelo Governo do Estado, como uma das obras prioritárias na área da mobilidade, e contemplam a ampliação da capacidade de fluxo de veículos; implantação de ciclovia e barreira de proteção ao suicídio.

>> Leia também: Governador assina ordem para dar início às obras de ampliação e instalação de ciclovias na 3ª Ponte

Últimas