Folha Vitória Após acidente, motorista é detido com sinais de embriaguez

Após acidente, motorista é detido com sinais de embriaguez

De acordo com a polícia, o homem estava desorientado e não conseguia explicar o que havia acontecido

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem, de 61 anos, foi preso após se envolver em um acidente na ES-010, na altura do bairro Manguinhos, na Serra. Segundo os agentes do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) que atenderam a ocorrência, o homem apresentava sinais de embriaguez.

O acidente envolvendo um veículo de passeio e um caminhão aconteceu na manhã desta sexta-feira (30). Segundo a polícia, ele estava desorientado e não conseguia explicar o que havia acontecido aos militares. 

O veículo que ele dirigia  ficou retorcido, mas tanto o homem quanto a pessoa que estava no carona, tiveram apenas ferimentos leves. A Polícia Militar informou que o condutor estava com a carteira de habilitação suspensa e o documento do carro atrasado.

O capitão Theotonio, do BPTran, explicou que o motorista do caminhão e do carro passaram pelo teste do bafômetro após o acidente. "Foi ofertado o teste de etilômetro, aquele do canudo. Então, foi constatado que o motorista do carro estava sob influencia de álcool no organismo, chegando ao valor de 1,3 mm/l. É um valor alto. O limite legal é um 0,33 mm/l", disse. 

O capitão alerta ainda a população sobre os risco de dirigir sob efeito de álcool. "O condutor coloca a própria vida em risco e a de terceiros também. Sob o efeito de álcool, ela não fica com a habilidade e a destreza que um motorista precisa para dirigir um veículo com segurança. A pessoa pode atropelar pedestres, colidir com outros veículos e até com patrimônios", ressaltou. 

Ele foi levado para a Delegacia Regional da Serra e autuado por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada, em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência. De acordo com a Polícia Civil, ele foi liberado para responder em liberdade provisória, após pagar a fiança arbitrada pelo delegado de plantão.

*Com informações da repórter Bianca Vailant, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas