Folha Vitória Após dois meses, comércios de Vitória vão funcionar sem restrições no fim de semana

Após dois meses, comércios de Vitória vão funcionar sem restrições no fim de semana

A flexibilização acontece apenas na capital, os demais municípios da Grande Vitória seguem em risco alto e devem respeitar o decreto estadual

Folha Vitória
Foto: Luciane Ventura
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Pela primeira vez, após dois meses, as lojas situadas em Vitória poderão funcionar sem restrições no funcionamento. Na Grande Vitória, a regra se aplica apenas na capital, nos demais município da região, continuam valendo as regras da classificação de risco alto.

No Shopping Vitória, os comerciantes perceberam a diferença no movimento desde o início da semana. Com o retorno da capital para o risco moderado de contaminação pela covid-19, o comércio não essencial passou a funcionar sem restrições de dias e horários.

Leia também: Mapa de Risco: cai o número de cidades do Espírito Santo em risco baixo para a covid-19

O comerciante Igor Souza é proprietário de uma loja no shopping. Para ele, a expectativa do fim de semana está nas alturas porque finalmente poderá abrir as portas no sábado e no domingo. 

"Toda a equipe preparada, bastante álcool em gel, distanciamento social, mas com um sorriso no rosto, todo mundo super feliz e contente esperando esse fluxo voltando aos poucos à normalidade", contou.

A última vez que Vitória esteve em risco alto, foi no início da segunda quinzena de março, em seguida veio o fechamento total do comércio não essencial por 20 dias e, após a reabertura, a aplicação de regras mais rígidas devido ao risco extremo e alto.

Demais cidades da Grande Vitória

Ao contrário da capital, os outros municípios da Grande Vitória seguem classificados como risco alto. Por isso, neste fim de semana, o comércio segue com restrições. As lojas de rua poderão abrir até às 14 horas no sábado, as lojas dos shopping ficam abertas das 10 às 16 horas e no domingo, portas fechadas.

Leia também: Covid-19: Grande Vitória permanece no risco alto; só a Capital está no moderado

Em Vila Velha, por exemplo, os bares vão continuar fechados neste fim de semana. Os restaurantes poderão funcionar com atendimento presencial somente das 10 às 16 horas, assim como nas outras cidades em risco alto.

A Layza da Costa Pereira é dona de um restaurante em Vila Velha. Ela conta que o estabelecimento foi criado para funcionar durante a noite, mas com as determinações do Estado, o negócio precisou passar por adaptações.

"Toda a estrutura da casa foi pensada, desde a iluminação, para o funcionamento durante a noite. O objetivo não era ser um self-service que você come e vai embora, mas como já tínhamos essa experiência, nós adaptamos para continuar usando a estrutura atual", explicou.

A Prefeitura de Vila Velha informou que os estabelecimentos que foram flagrados em desacordo com o decreto estadual serão notificados. Outras prefeituras também garantiram que vão fiscalizar os estabelecimentos.

Em Cariacica, só nos últimos três dias, foram recebidas aproximadamente 65 denúncias de irregularidades. Na Serra, foram apuradas 456 denúncias. As prefeituras não informaram a quantidade de estabelecimentos multados. A Serra informou apenas que a multa é feita quando há caso de reincidência.

* Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV.

Últimas