Folha Vitória Após manifestação, ônibus do Transcol começam a circular na Grande Vitória

Após manifestação, ônibus do Transcol começam a circular na Grande Vitória

Rodoviários reivindicam prioridade na fila de vacinação contra covid-19

Folha Vitória
Foto: Arleson Schneider / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Garagem da empresa Praia Sol, em Vila Velha

Após uma manhã de manifestação surpresa na Grande Vitória, os ônibus do sistema Transcol começaram a deixar as garagens por volta das 9 horas desta terça-feira (13). A operação ficou paralisada por cerca de duas semanas e o retorno dos coletivos estava previsto para esta madrugada.

O horário de liberação das garagens já era previsto pelos representantes do Sindirodoviários. Segundo o presidente do sindicato, Valdeci Laurindo, a preocupação é com o crescente número de casos da doença em meio aos profissionais da categoria. "Já perdemos mais de 30 rodoviários para a covid. Alguns ainda estão internados ou intubados. Os motoristas estão na linha de frente e todos estão assustados e com medo. Também somos essenciais e queremos nossa vacina", disse.

O representante ainda disse que as secretarias de Mobilidade e de Saúde já foram notificados com a reivindicação. "Sabemos que muitos voltariam a trabalhar hoje, mas precisamos tomar uma atitude", afirmou.

A manifestação surpreendeu a população, inclusive os profissionais de Saúde, que dependem dos veículos para troca de turnos nos hospitais e postos de atendimento. Em vários pontos da Grande Vitória, muitas pessoas aguardam a chegada de veículos.

O secretário de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, afirmou que a pasta também foi surpreendida pela manifestação. "Existe uma reivindicação do pessoal que está na linha de frente do transporte público, mas fomos pegos de surpresa. Muitos profissionais dos hospitais, que precisam trocar de turno, estão sem transporte. É uma forma irresponsável de chamar a atenção para o assunto", disse.

Procurada, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que os grupos prioritários para vacinação Covid-19 são definidos pelo Ministério da Saúde, e o cronograma do Espírito Santo segue a indicação do Plano Nacional de Vacinação.

Últimas