Folha Vitória Arrependimento? Cresce número de pessoas que removem tatuagens

Arrependimento? Cresce número de pessoas que removem tatuagens

A maioria das pessoas que se arrependeram fizeram os desenhos em idade precoce. Entre os exemplos, estão nomes de ex e desenhos mal feitos

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O uso de tatuagens é algo cada vez mais comum. Os desenhos e frases pelo corpo têm se popularizado e se tornado uma marca pessoal, quebrando preconceitos em ambientes de trabalho e até mesmo no meio religioso, onde esse tipo de arte era discriminado por muitos.

Apesar disso, ainda existe a resistência, principalmente por parte de pais e responsáveis por adolescentes. Para muitos, a principal razão para se opor é a imaturidade de alguns jovens. Uma tatuagem feita de forma impulsiva, sem um significado, pode acabar gerando um arrependimento futuramente.

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Leonardo se arrependeu da primeira tatuagem

Foi o que aconteceu com o representante comercial Leonardo Lube, de 33 anos, que se arrependeu da primeira tatuagem que fez, em 2003. Ele revela que a decisão foi sem o consentimento dos pais. Na ocasião, ele ainda era um adolescente, de 16 anos. "Meu pai sempre foi contra. Já a minha mãe era mais liberal. Cheguei em casa e logo mostrei pra ela. Ela agiu normalmente, mas acabei escondendo a tatuagem do meu pai por 2 anos."

Apesar de ter escondido por muito tempo, Leonardo contou como o pai descobriu a arte e qual foi a reação dele. "Minha casa fazia muito calor e no quarto dos meus pais era mais fresco. Logo após o almoço, em um final de semana, eu coloquei um colchão no chão do quarto deles e me deitei e o meu pai estava na cama dele. Sempre colocava a camisa no ombro para não aparecer a tatuagem. Nesse dia, eu coloquei a camisa nas costas e fui deitar. Acabei pegando no sono e a camisa saiu do lugar. Meu pai acabou vendo", recordou.

Para a surpresa de Leonardo, ao invés de brigar, o pai dele riu da situação. O motivo? O desenho escolhido por Leonardo não foi dos melhores. "Me arrependo até hoje dessa tatuagem. Mas em breve irei fazer outra por cima. Tenho várias outras, mas só me arrependo de ter feito essa," contou ele, aos risos.

Assim como Leonardo, não é difícil encontrar alguém que tenha se arrependido de ter feito uma tatuagem. O profissional Bruno Amorim, de 37 anos, que é tatuador realista, contou que durante o mês atende, aproximadamente, de 40 a 70 pessoas no estúdio onde trabalha. Os cliente possuem idades entre 18 e 60 anos.

De acordo com ele, a cada 10 pessoas, duas procuram o serviço para cobrir uma tatuagem de que se arrependeu. Os motivos, de acordo com o tatuador, variam. Entre as principais queixas estão o fato de que o desenho não representa mais nada na vida da pessoa ou para ajeitar uma arte que não foi bem produzida por outro profissional.

Foto: Reprodução/Pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Apagar definitivamente é possível?

O que antes era impossível, agora é uma realidade no mundo da estética. Se você fez uma tatuagem e por algum motivo se arrependeu e não quer cobri-la com outro desenho, é possível apagar a arte do seu corpo definitivamente.

Foi o que fez Priscilla Miranda, de 31 anos. A jovem tem cinco tatuagens pelo corpo. A primeira foi feita aos 19 anos e, segundo ela, por um profissional inexperiente. O local onde Priscilla fez o procedimento fica em Vitória. Ela já apagou a primeira tatuagem por completo e agora está apagando um outro desenho no corpo. A imagem abaixo mostra o processo do novo procedimento realizado por Priscilla:

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Na 1ª sessão  já é possível ver um pouco do resultado

Apesar de gostar das outras tatuagens que tem, Priscilla fala do seu arrependimento. "Não gosto mais de ter marcas no meu corpo. Não acho que representam quem sou hoje. Não faria se não tivesse nenhuma", diz a jovem, que pretende apagar todas as tatuagens do corpo, mesmo se tratando de um processo demorado. "Não pretendo fazer mais nenhuma", completa.

Profissional especializada tira dúvidas

A médica Cristina Almeida da Mata trabalha na área de estética há 15 anos. De acordo com ela, por mês, de 40 a 50 pacientes vão ao consultório para fazer o procedimento de remoção de tatuagem.

Cristina conta que a maioria das tatuagens que remove foram feitas em idade precoce. A maioria dos pacientes fez os desenhos entre 16 e 20 anos de idade e a arte não condiz mais com a personalidade da pessoa, o que leva ao arrependimento. Entre os exemplos estão, nomes de pessoas com quem não há mais relacionamento, locais inapropriados e imagens 'ultrapassadas'.

O procedimento dura quanto tempo?

Foto: Reprodução/Pexels
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Cristina explica que uma tatuagem com pigmento preto leva em média de 8 a 10 sessões, podendo variar para mais ou menos. As tatuagens coloridas demoram ainda mais. 

A duração da sessão de remoção a laser em tatuagens pequenas pode durar de 15 a 20 minutos. Já nas tatuagens maiores, esse tempo pode ser entre 50 minutos ou até cerca de 1 hora e meia.

O valor depende do tamanho da tatuagem. Geralmente, fica em torno de R$ 200 por sessão para os desenho menores. Para as tatuagens grandes, o valor pode variar entre R$ 1,5 mil a R$ 2 mil por sessão. 

Últimas