Atividade industrial cresce pelo segundo mês consecutivo, diz Confederação Nacional da Indústria

Diante dos resultados de junho comparado a maio, o crescimento ainda não foi suficiente para reverter a queda acumulada pelo setor em março e abril

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira (5) pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), a atividade industrial brasileira cresceu pelo segundo mês consecutivo em junho. Segundo a pesquisa houve aumento de 9,3% no faturamento real, 8,8% na massa salarial, 8,1% no rendimento médio real do trabalhador, 6,8% nas horas trabalhadas na produção e de 0,2% no emprego. 

Diante dos resultados de junho comparado a maio, o crescimento ainda não foi suficiente para reverter a queda acumulada pelo setor em março e abril. A CNI diz que "o faturamento real encontra-se 10% abaixo do registrado em fevereiro e as horas trabalhadas caíram 10,5% na mesma base de comparação".

O crescimento do emprego, ainda que pequeno, interrompe uma sequência de quatro quedas. Todos os dados são de junho deste ano em relação ao mês anterior.

A UCI (Utilização da Capacidade Instalada) aumentou 1,8 ponto percentual em junho, frente a maio, atingindo 72%. O índice havia acumulado queda de 11,8 ponto percentual em março e abril e cresceu 3,3 ponto percentual em maio. O índice está 6,7 ponto percentual abaixo do registrado em fevereiro.

Com informações do portal R7