Folha Vitória Atlético sobe para 9% de chance de título: as contas do Brasileirão

Atlético sobe para 9% de chance de título: as contas do Brasileirão

Vitória por 2 a 0 sobre o Santos recoloca equipe, atual 3ª colocada, na disputa pela taça. Favoritismo absoluto é do Internacional, com 70,82% de chance

Folha Vitória
Foto: Pedro Souza
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Cada dia mais perto do fim, o Campeonato Brasileiro está  com isso, os favoritos ao título, vagas na Libertadores e até mesmo os cotados para o rebaixamento estão perto da definição. Na briga pela taça, o Internacional aparece como favorito, enquanto São Paulo, Atlético-MG e Flamengo correm por fora.

Com a vitória por 2 a 0 sobre o time misto do Santos, o Galo mineiro chegou aos 57 pontos e ultrapassou o Flamengo na classificação. No entanto, o rubro-negro pode retomar a terceira posição caso vença o duelo contra o Grêmio nesta quinta-feira (28), no Sul.

Na disputa pela vaga na competição mais cobiçada do continente, os quatro clubes já citados estão praticamente garantidos no G4 que se classificam direto para a fase de grupos. Palmeiras (5º) e Grêmio (6º) fecham o G6 e seriam os classificados para a fase preliminar do torneio. Porém, pode ser que novas vagas sejam abertas caso as equipes, que decidem a Copa do Brasil, vença a competição. O Verdão também pode expandir o grupo de classificados caso conquiste a Libertadores diante do rival Santos, no próximo sábado, no Maracanã.

Com isso, o Fluminense (7º), Ceará (8º), Corinthians (9º), Santos (10º) e até mesmo o Red Bull Bragantino (11º) estão de olho para conquista de uma possível vaga na primeira fase da Libertadores.

Confira as chances de cada time nessa reta final de campeonato.

1º colocado – Internacional (62 pontos) – 32 jogos / 70,82% de chances de título; 100% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

2º colocado – São Paulo (58 pontos) – 32 jogos / 14,75% de chances de título; 99,90% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

3º colocado - Atlético-MG (57 pontos) – 32 jogos / 8,97% de chances de título; 99,57% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

4º colocado – Flamengo (55 pontos) – 31 jogos / 5,08% de chances de título; 98,96% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

5º colocado – Palmeiras (52 pontos) – 32 jogos / 0,10% de chances de título; 77,10% para vaga na Libertadores (G6); 0,0% de chance de rebaixamento.

6º colocado – Grêmio (51 pontos) – 31 jogos / 0,28% de chances de título; 89,04% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

7º colocado – Fluminense (50 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 32,66% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

8º colocado – Ceará (45 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 2,69% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

9º colocado – Corinthians (45 pontos) – 31 jogos / 0,00% de chances de título; 5,24% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

10º colocado – Santos (45 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 1,72% para vaga na Libertadores (G6); 0,00% de chance de rebaixamento.

11º colocado – Red Bull Bragantino (44 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 2,73% para vaga na Libertadores (G6); 0,01% de chance de rebaixamento.

12º colocado – Athletico-PR (42 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 0,30% para vaga na Libertadores (G6); 0,51% de chance de rebaixamento.

13º colocado – Atlético-GO (42 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 0,09% para vaga na Libertadores (G6); 0,25% de chance de rebaixamento.

14º colocado – Vasco (36 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 0,00% para vaga na Libertadores (G6); 16,53% de chance de rebaixamento.

15º colocado – Sport (35 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 0,02% para vaga na Libertadores (G6); 31,47% de chance de rebaixamento.

16º colocado – Fortaleza (35 pontos) – 32 jogos / 0.00% de chances de título; 0,00% para vaga na Libertadores (G6); 20,92% de chance de rebaixamento.

17º colocado – Bahia (32 pontos) – 31 jogos / 0,00% de chances de título; 0,00% para vaga na Libertadores (G6); 48,08% de chance de rebaixamento.

18º colocado – Goiás (29 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 0,00% para vaga na Libertadores (G6); 87,43% de chance de rebaixamento.

19º colocado – Coritiba (27 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 0,00% para vaga na Libertadores (G6); 94,86% de chance de rebaixamento.

20º colocado – Botafogo (23 pontos) – 32 jogos / 0,00% de chances de título; 0,00% para vaga na Libertadores (G6); 99,94% de chance de rebaixamento.

*Com informações do portal R7

Últimas