Folha Vitória Aulas nas escolas municipais de Vitória voltam no dia 22 de fevereiro, em formato híbrido

Aulas nas escolas municipais de Vitória voltam no dia 22 de fevereiro, em formato híbrido

Entretanto, os alunos só vão começar a voltar às salas de aula no dia 1º de março. O retorno será gradual e obedecerá a um regime de revezamento

Folha Vitória
Foto: Flavio Almeida
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O ano letivo nas escolas municipais de Vitória vai começar no dia 22 de fevereiro. Entretanto, os alunos só vão começar a voltar às salas de aula no dia 1º de março. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (25) pela prefeitura da capital.

De acordo com a administração municipal, as aulas voltarão em formato híbrido. Na primeira semana de aulas, os professores estarão nas escolas e os alunos, em casa. A partir de 1º de março, terá início o retorno presencial dos alunos às escolas. 

Nesse dia, voltarão às salas de aula os estudantes do Ensino Fundamental II, do 6º ao 9º ano. A partir do dia 15, será a vez dos alunos do Fundamental I, do 1º ao 5º ano, retornarem às atividades presenciais. Por fim, as crianças das turmas de 4 e 5 anos nos CMEI's voltarão às aulas no dia 29 de março.

"As aulas presenciais retornarão em regime de revezamento semanal, gradual e em etapas, no contexto de pandemia da covid-19, como forma de prevenir e controlar da transmissão do novo coronavírus enquanto perdurar o estado de calamidade em saúde pública. Os protocolos para o retorno foram formulados junto à secretaria de Saúde, buscando sempre a segurança tanto dos nossos alunos quanto dos nossos profissionais", destacou a secretária de Educação de Vitória, Juliana Rohsner.

A Prefeitura de Vitória ressaltou que o revezamento será feito de acordo com as normas da portaria conjunta das secretarias de Estado de Saúde (Sesa) e de Educação (Sedu), cuja regra é a alternância semanal, em que cada turma é dividida em 50% de estudantes em estudos presenciais e 50% em estudos não presenciais, por meio da plataforma AprendeVix.

Segundo a prefeitura, no período de 3 a 19 de fevereiro, as unidades de ensino serão responsáveis por fazer a busca ativa e o atendimento das famílias para assinatura do termo de responsabilidade. O retorno das aulas será facultativo, ou seja, os pais ou responsáveis pela criança é que vão decidir se ela irá ou não frequentar a sala de aula presencialmente.

"Em relação aos estudantes da creche, de 0 a 3 anos, a Seme fará a avaliação constante do retorno dos alunos maiores para analisar como será possível retornar com os pequenos. Nesse período, a secretaria será responsável pelo acompanhamento de uma plataforma unificada, com propostas de atividades, brincadeiras e dicas semanais", explica a secretária.

Formação dos professores

Os 362 novos professores que estão ingressando na rede municipal de Vitória receberão um treinamento pedagógico em torno da dinâmica do chamado continuum curricular 2020/202, com foco na garantia do direito de aprender das crianças. Essa formação, que começa nesta quarta-feira (27) e segue até o dia 5 de fevereiro, ocorre em parceria com a ONG ES em Ação.

A formação será ofertada em formato online para todos os novos profissionais que estão iniciando suas atividades nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) e nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF): pedagogos, professores da educação básica, professores dinamizadores de Arte e Educação Física e coordenadores de turno do ensino fundamental.

Para os professores que já fazem parte da rede, a formação ocorre de 3 a 12 de fevereiro. Segundo a prefeitura, pela primeira vez, a formação será centralizada junto à Secretaria de Educação e não por unidade escolar, justamente para reforçar a adoção de protocolos únicos de biossegurança, sanar todas as dúvidas e reforçar as medidas de prevenção e proteção à pandemia.

Vistoria e preparo da rede

Ainda de acordo com a Prefeitura de Vitória, todas as 102 unidades de ensino da capital serão vistoriadas pela Seme antes do início das aulas, com a previsão de início do cronograma ainda nesta semana.

Esse período de fevereiro até março será usado também para adequações dos espaços físicos aos protocolos de biossegurança, para fazer as instalações e modificações necessárias ao retorno seguro das crianças ao espaço escolar.

A prefeitura informou também que os equipamentos de proteção individual (EPI's), como máscaras, protetor facial e jalecos, além de álcool em gel e sabonete líquido, estão em processo de aquisição pela Seme.

Calendário de volta às aulas em Vitória:

>> 27 de janeiro a 5 de fevereiro: formação para os novos profissionais da rede

>> 03 a 12 de fevereiro: formação para os profissionais que já fazem parte da rede

>> 22 de fevereiro: retorno das aulas em modelo híbrido com professores nas escolas e alunos em casa

>> 1º de março: retorno das turmas do ensino fundamental dois, do 6º ao 9º ano.

>> 15 de março: retorno das turmas do ensino fundamental um, do 1º ao 5º ano.

>> 29 de março: retorno das turmas do ensino infantil para alunos de 4 e 5 anos.

Últimas