Folha Vitória Avô de adolescente assassinada há 4 meses é baleado em Cariacica

Avô de adolescente assassinada há 4 meses é baleado em Cariacica

Raíssa Souza, de 15 anos, foi morta com um tiro na testa em abril deste ano e, segundo a polícia, o principal suspeito do crime é o ex-namorado

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um homem de 54 anos foi baleado ao sair de casa para ir ao mercado, na noite de sábado (28), no bairro Flexal II, em Cariacica. A vítima é avô da adolescente  Raíssa Souza da Silva, que segundo a polícia, foi assassinada pelo ex-namorado. 

O crime aconteceu por volta das 21h. A família não quis gravar entrevista, mas contou à equipe e reportagem da TV Vitória/Record TV, que o homem saiu para comprar algumas coisas. 

Neste momento, faltou energia e ele ouviu alguns disparos. Em seguida, percebeu que havia sido baleado na mão e na perna. 

O homem é aposentado e faz alguns 'bicos' para sustentar a família. Ele não soube dizer de onde partiram os disparos ou quem atirou. A vítima foi socorrida para o Pronto Atendimento do bairro e se recupera bem em casa. 

Suspeito de matar Raíssa teria sido visto no bairro

O fato do homem ser avô de Raíssa, assassinada com um tiro na testa em abril deste ano, chama atenção.

Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Para a polícia, o principal suspeito de ter matado a adolescente de 15 anos é o ex-namorado dela, Guilherme Mamedes Santos, que não aceitava o fim do relacionamento.

Leia também: Adolescente assassinada em Cariacica sonhava em ser policial

Após o avô ser baleado, moradores da região contaram que viram o homem rondando a região há alguns dias. Ele tem passagens pela polícia por roubo e homicídio qualificado. Guilherme continua foragido. 

Adolescente recebeu ameaças um dia antes de ser morta

Um dia antes de ser assassinada, Raíssa recebeu diversas ameaças do ex-namorado por meio de um aplicativo de conversas. 

Nas mensagens de voz encontradas no celular de Raíssa, o homem diz que só não havia cometido o crime ainda em consideração à mãe dela. 

"Você dá sorte que eu amo sua mãe como se fosse a minha mãe e ela nunca fez nada comigo. Pode sumir o tempo que for, parceira. Mas uma coisa eu vou falar pra você: uma hora eu te acho", diz ele. 

Saiba mais: VÍDEO | Adolescente de 15 anos assassinada em Cariacica recebia diversas ameaças do ex: 'uma hora eu te acho'

Últimas