Folha Vitória Bar é arrombado e furtado 3 vezes em 2 semanas em Vila Velha

Bar é arrombado e furtado 3 vezes em 2 semanas em Vila Velha

O último arrombamento aconteceu na madrugada da última segunda-feira, no bairro Cobilândia

Um bar foi arrombado e furtado pela terceira vez em duas semanas no bairro Cobilândia, em Vila Velha. O arrombamento mais recente aconteceu na madrugada da última segunda-feira (4).

Os criminosos arrombaram uma porta de aço para entrar no estabelecimento. Como os donos sofreram com roubos anteriores, eles garantiram que os assaltantes não tiveram muita coisa para levar. Porém, os suspeitos arrombaram outra porta que dava acesso a uma tabacaria, também administrada pela família, e furtaram objetos.

As câmeras de segurança flagraram a dupla carregando uma televisão e uma caixa de som, tranquilamente, pelas ruas do bairro. Segundo a comerciante, o prejuízo foi grande. Os suspeitos limparam as prateleiras com produtos e roubaram camisas e bonés.

Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A família relatou que já foram quase R$ 1 mil investidos para fazer os reparos na porta de aço, mas ainda é possível ver os vestígios do arrombamento na porta da tabacaria. Segundo a comerciante, Milena Mendes, de 24 anos, que administra o local, o prejuízo chegou a cerca de R$ 5 mil em produtos.

Segundo ela, falta policiamento na região. Além disso, a comerciante relata que uma câmera da prefeitura poderia ajudar nessas situações.

Os casos não são isolados. Outro comerciante do bairro contou que também sofreu crimes parecidos com o seu comércio. "Durante 30 dias eu fui invadido no meu comércio oito vezes, das oito vezes conseguiram entrar duas vezes e eu tomei um prejuízo de aproximadamente R$ 15 mil," disse o comerciante de 58 anos.

A Polícia Civil informou que o caso será investigado pela Delegacia Especializada de Crimes contra Estabelecimentos Comerciais. A prefeitura disse que as câmeras podem ficar sem funcionar para a manutenção. Para que os moradores tenham acesso, deve ser registrado um boletim de ocorrência na polícia para que as autoridades solicitem as imagens.

*Com informações do repórter Gabriel Cavalini da TV Vitória/ Record TV

Últimas