Folha Vitória Bares e restaurantes do ES terão que cobrar passaporte da vacina

Bares e restaurantes do ES terão que cobrar passaporte da vacina

O anúncio foi realizado na tarde desta quinta-feira (27) pelo governador Renato Casagrande. Um termo de compromisso com entidades de vários setores foi assinado durante o evento

Foto: Reprodução/Youtube Governo ES
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Novas medidas de enfrentamento à pandemia de covid-19 foram anunciadas pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, na tarde desta quinta-feira (27). 

A novidade fica por conta da exigência do passaporte de vacinação. Ele deverá ser cobrado, a partir de agora, também em todos os setores onde as pessoas têm que retirar as máscaras para consumir comidas e bebidas, como bares e restaurantes por exemplo. Segundo o governador, essa exigência acontece independente da classificação de risco do município.

"Já é uma exigência para shows, para eventos. Não era uma exigência para restaurante e bares, passa a ser independente do grau de risco para todos. Bares, restaurantes, eventos, shows, o passaporte da vacina ele é necessário. Só não é necessário em lojas onde as pessoas entram de máscaras e não retiram. Em todos os outros, sim!", pontuou Casagrande. Foto: Divulgação/ Governo do ES
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A medida, entre outras, foram anunciadas após a assinatura de um termo de compromisso com as novas regras para o enfrentamento da pandemia da covid-19 no estado entre o governo estadual e representantes do setor de entretenimento.

As novas medidas serão implementadas diante do aumento no número de casos provocados pela variante Ômicron. 

Na terça-feira (26), representantes dos setores de bares, restaurantes, shoppings e eventos se reuniram com a secretária de Turismo do Estado, Lenise Loureiro, para discutir ações de combate à pandemia, como adiantou a coluna De Olho no Poder, da jornalista Fabi Tostes.

Nesta quarta-feira (26), o Espírito Santo registrou o segundo recorde seguido no número de casos diários da doença. Foram mais de 18 mil casos e 11 mortes registradas em 24 horas.

Últimas