Folha Vitória Brasil vai dar GG? Neymar foi de base? Conheça expressões do universo gamer

Brasil vai dar GG? Neymar foi de base? Conheça expressões do universo gamer

Entenda as gírias gamers e como elas saíram dos consoles e partidas de eSports para o dia a dia dos jogadores

Folha Vitória
Foto: Krafton
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A internet é um pulverizador de gírias e memes que, muitas vezes, furam a bolha e atingem diferentes nichos que não entendem de onde surgiram as expressões. O universo gamer é um dos grupos cheio de termos que conquistaram as redes sociais e a Afterverse, desenvolvedora de PK XD, e Rômulo Justen, editor do /GAMES Folha Vitória ajuda a decifrar alguns jargões utilizados pelos players.

"Segundo uma pesquisa do NPD Group, cerca de 82% da população do Brasil entre 13 e 59 anos joga, seja em computadores, videogames ou celulares. Isso significa que os jogos ganharam um vocabulário próprio e, devido à ampla conectividade das redes sociais, essas palavras acabam sendo ouvidas por pessoas que não entendem o que está sendo comunicado, como os pais dos próprios jogadores", afirma Marcos Dias, community manager de Afterverse.

A linguagem dos games é uma linguagem que não apenas adolescentes utilizam no dia-a-dia. Adultos que jogam desde os anos 70, 80 também as utilizam normalmente, inclusive como podemos ver em transmissões da Copa, como a de Casemiro, em que vez por outra soltam termos como “esse jogador deveria ser nerfado” (veja abaixo o significado).

► Aniversário /GAMES: Quarto jogo será sorteado neste dia 06/12 - PARTICIPE

Apesar de serem do mesmo universo, algumas expressões podem variar de acordo com a modalidade ou estilo do jogo, se é mais competitivo ou social. Confira algumas das principais gírias:

■ Tankar: o tank funciona como um escudo nos jogos e a palavra se popularizou como sinônimo de “aguentar” ou “suportar”;

■ MVP: do inglês Most Valuable Player, quando um jogador recebe esse título significa que ele foi o que mais de destacou durante a partida;

■ Noobie (Noob): iniciante, na maioria das vezes usado em tom pejorativo;

■ Ban: É o ato de banir algo ou alguém de um jogo, ou transmissão;

■ Nerfar: quando o desenvolvedor do jogo diminui a força de algum personagem ou item, a fim de balancear o nível do jogo;

■ Buffar: contrário de Nerfar, é quando o desenvolvedor melhora as habilidades do personagem ou item;

═══════════════════════════════════════════════════════════

Veja mais vídeos como esse no canal de YouTube do /GAMES Folha Vitória:

https://www.youtube.com/@gamesfolhavitoria

═══════════════════════════════════════════════════════════

■ Drop/Dropar: item que o jogador derruba quando perde/morre OU que cai do baú;

■ Rushar: quando o jogador se apressa e corre para o objetivo/atacar o oponente, sem ter muita experiência ou não estar totalmente preparado;

■ Skin: É o termo usado para se referir ao aspecto estético, visual ou roupa de um personagem.

Ainda existem alguns termos mais específicos, como:

■ GG: Good Game, dito ao fim de uma partida, geralmente em tom debochado (gg izi, ou gg easy, foi fácil o jogo);

■ GLHF: Good Luck Have Fun, boa sorte tenha um jogo (difícil ver esse);

■ AFK: Away From Keyboard (longe do teclado, indisponível);

■ Grind: ficar jogando com o intuito de subir de nível no jogo (vou grindar);

■ Loot/Lootear: loot se refere aos itens de um jogo, lootear seria o atobuscar e/ou ganhar itens no jogo;

■ Farm/Farmar: ficar jogando com o intuito de coletar itens ou moedas/dinheiro/ouro no jogo

■ Smurf: quando um jogador, muito experiente, começa uma conta secundária (nova) no jogo, para “ganhar mais fácil” de jogadores iniciantes;

■ Quest/Sidequest: Quests são as missões principais de um jogo e os sidequests são as missões secundárias, não obrigatórias, para o progresso do desempenho no jogo.

"Parte da diversão é gerada por um forte senso de pertencimento em torno do jogo, de saber que, naquele ambiente, você está com pessoas que têm interesses em comum com os seus. Por isso, os gamers utilizam tanto a linguagem específica como uma forma de se conectar e identificar uns aos outros", complementa. "É muito legal ver esses termos serem utilizados como forma de diversão e união entre diversas plataformas, conectando gerações e pessoas com hobbies e interesses diferentes", finaliza Marcos.

Sobre Afterverse

A Afterverse desenvolve e publica games, criando universos interativos que derrubam barreiras físicas, culturais e sociais. A empresa - fruto da ousadia de uma célula de inovações do Grupo Movile - tem o propósito de lançar jogos eletrônicos inesquecíveis por gerações! Para isso, combina tecnologia, inovação e entretenimento, oferecendo games que se diferenciam por priorizar fair play em um ambiente acolhedor e seguro. Hoje, já são 50 milhões de usuários mensais ativos se divertindo com seus produtos ao redor do mundo. Sempre em atualização, a Afterverse quer engajar cada vez mais comunidades globais, conectando pessoas de várias idades e interesses.

Para conhecer mais, acesse: afterverse.com.

Sobre PK XD

O PK XD é um jogo em formato sandbox - mundo aberto para a imaginação - desenvolvido pela empresa de games do Grupo Movile, Afterverse, na ousada missão de oferecer universos criativos, interativos e inclusivos, capazes de conectar pessoas de várias idades e interesses ao redor do mundo. Na lista dos mais populares do planeta, o jogo já reúne 50 milhões de usuários mensais ativos, que se divertem em um ambiente seguro e com uma variedade de itens personalizáveis, como avatares e casas, além de minigames e eventos temáticos. Priorizando o senso de comunidade, seu programa de produtores de conteúdo já conta com 320 Creators de diferentes idiomas e países. Com essa base de fãs, o PK XD também atraiu a atenção de parceiros de licenciamento, seja levando a identidade visual do jogo a produtos físicos, seja trazendo marcas e influenciadores para dentro do game com itens exclusivos e experiências imersivas.

Últimas