Folha Vitória Brasileira morre após cair em poço de elevador em Buenos Aires

Brasileira morre após cair em poço de elevador em Buenos Aires

Segundo a família, toda a documentação necessária para a liberação do corpo de Ana Karolina já foi enviada ao para Argentina, mas o translado ainda não tem data para ser realizado

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Instagram
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma estudante brasileira de apenas 22 anos, morreu após cair no poço de um elevador em um prédio de Buenos Aires, na Argentina. A jovem havia se mudado para o país para cursar Medicina. 

O acidente aconteceu na noite da última sexta-feira (4), a vítima foi identificada como Ana Karolina Lara Ferreira Fernandez. De acordo com mãe da vítima, Silvana Lara, a filha foi até o apartamento de alguns amigos comemorar a boa nota que havia tido em uma prova da faculdade. No entanto, ao chamar o elevador para ir embora, a jovem não teria percebido que o elevador não estava parado no andar e caiu do 13º andar.

"Ela estava feliz porque havia acertado todas as questões da prova de patologia e foi comemorar com os amigos. Foi uma fatalidade. Não há sentimento que explique o que estamos vivendo. Tem momento que parece que é mentira. É uma dor terrível", diz a mãe.

Corpo ainda não tem data para chegar no Brasil

Os familiares ainda precisaram fazer campanhas nas redes sociais e uma vaquinha virtual para trazer o corpo da jovem para ser sepultado na cidade de Chapadão do Céu (GO), onde vive sua família. O valor do translado da capital argentina até Guarulhos (SP) é de 5 mil dólares - cerca de R$ 25 mil. O valor foi arrecadado em menos de 12 horas.

Segundo a família, toda a documentação necessária para a liberação do corpo de Ana Karolina já foi enviada ao país vizinho, mas o translado ainda não tem data para ser realizado.

"É muita burocracia e com a pandemia as coisas ficam mais devagar. Meu cunhado foi para São Paulo e com a ajuda do consulado e do Itamaraty estamos tentando agilizar esse processo", explica Silvana.

Sonho de ser médica

Segundo a mãe, a jovem se mudou para Argentina há quatro anos para realizar o sonho de ser médica."Aqui no Brasil uma faculdade de medicina é muito cara, então ela fez o processo seletivo lá e foi aprovada em uma universidade pública. Ela queria se especializar e depois voltar para o Brasil ou seguir carreira em Portugal, já que o avô dela é de lá", lembra a mãe.

Com informações do portal TNH1/ portal R7

Últimas