Folha Vitória Cachoeira azul: saiba o que diz biólogo sobre casal que coloriu água

Cachoeira azul: saiba o que diz biólogo sobre casal que coloriu água

Caso viralizou na internet e foi bastante criticado após tingir de azul uma cachoeira para fazer um vídeo de chá revelação

Folha Vitória
Foto: Reprodução / Twitter
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um casal resolveu inovar em um chá revelação e decidiram, no último domingo (25), tingir a água no trecho do rio Queima-Pé, que fica no município de Tangará da Serra, em Mato Grosso. A cachoeira foi tingida de azul.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas pelo WhatsApp? Clique aqui e participe do nosso grupo de notícias 

Em entrevista ao programa Fala Espírito Santo, o biólogo Daniel Motta, alertou que este tipo de atitude é considerado como crime ambiental, se enquadrando na Lei de n° 9.605, de fevereiro de 1998, onde diz que "lançamentos de resíduos sólidos, líquidos, gasosos ou oleosos em corpos d'água, é caracterizado crime, podendo o causador pegar de um há cinco anos de reclusão".

O biólogo conta que este tipo de atitude é bastante revoltante. "A busca por 'likes' deixa as pessoas muito inconsequentes, apesar de existirem na internet muitas pessoas que se preocupam com o meio ambiente", compara.

Motta ainda destacou que apesar da irresponsabilidade da família, a ação gerou, na verdade, uma revolta para o que fizeram ao meio ambiente. "A internet foi para cima repudiando a atitude que eles tomaram", reforçou.

Para finalizar, Motta ainda explica que, mesmo que alguns corantes sejam compostos por elementos naturais, existem estudos que provam que apesar de inofensivos para seres humanos, não significa que não possam ser letais para outras formas de vida. "E isso inclui desde microorganismos até animais maiores", aponta.

Além do corante, o biólogo destacou a quantidade de plástico que a família levou para o local. "Além do corante lançado no rio, foi possível notar os plásticos que eles levaram para uma área de preservação permanente", criticou.

Casal apagou stories e publicações 

Nas redes sociais, internautas comentaram e criticaram a maneira como o casal escolheu revelar que viria um menino.

"É sério que acharam uma boa ideia colocar corante em uma cachoeira? Tantas maneiras de fazer um chá revelação e conseguiram escolher justo uma com impacto ambiental", escreveu a youtuber Vane Costa.

Entenda o caso

Um chá revelação chamou a atenção nas redes sociais já que o casal responsável pelo evento tingiu as águas de uma cachoeira de azul para contar o sexo do bebê.

O caso aconteceu neste domingo (25) em um trecho do rio Queima-Pé, que fica no município de Tangará da Serra, no Mato Grosso. Vídeos do momento em que coloração azul desce pela corredeira teriam sido publicados por pessoas presentes no local e deletados em seguida, mas passaram a circular na internet.

A prefeitura de Tangará da Serra confirmou o caso e pediu uma investigação por meio da equipe da Secretaria de Meio Ambiente.

Últimas