Caminhão que anda sozinho é testado na Ufes

Alunos e professores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) fizeram um sistema robótico que consegue controlar um caminhão e permitir que ele ande sozinho, sem precisar da ajuda de um motorista

Folha Vitória
Foto: Reprodução/ TV Ufes
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Após realizar experimentos bem-sucedidos para carros e aeronaves autônomos, a Ufes passou a testar caminhões na mesma modalidade. O primeiro teste com um caminhão autônomo, usando tecnologia produzida dentro da Universidade, aconteceu no dia 21 de janeiro, no campus de Goiabeiras, em Vitória.

No teste, o veículo utilizado é um caminhão-pipa. O caminhão percorreu grande parte do campus (aproximadamente 3,5 quilômetros) sem que um motorista o conduzisse, havendo somente a presença de um membro da pesquisa dentro do veículo, por razões de segurança. 

O sistema autônomo é similar ao que foi utilizado para desenvolver o carro autônomo Iara (Intelligent Autonomous Robotic Automobile), porém com tecnologia atualizada.

 O caminhão autônomo não é dirigido à distância por controle remoto. “O veículo, sozinho, cria um mapa complexo para operar de forma autônoma, sem interferência humana. Ele é capaz de navegar, obedecer à sinalização e aos semáforos, desviar de obstáculos, como se imitasse o cérebro humano”, explica o professor do Departamento de Informática e coordenador do projeto, Alberto Ferreira.

Foto: Reprodução/ TV Ufes
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Caminhão autônomo não é dirigido a distância por controle remoto

O professor destaca ainda que os veículos autônomos são excelentes alternativas para propiciar maior eficiência, economicidade, sustentabilidade e segurança nos transportes. “A automação possibilita uma sociedade mais rica, com redução dos preços de transporte e sem desperdício de tempo e de recursos limitados. É muito importante para reduzir custos e ampliar a segurança. Os sistemas de inteligência artificial, por exemplo, não perdem o foco ao volante e não olham o celular. Mais de 50 mil pessoas morrem de acidentes de trânsito no Brasil e 1,3 milhão no mundo, todos os anos. Veículos autônomos ajudariam a reduzir esses números”, pondera Ferreira.

O projeto para desenvolvimento de veículos autônomos começou em 2009 e é realizado pelo Laboratório de Computação de Alto Desempenho (LCAD), vinculado ao Departamento de Informática, no Centro Tecnológico da Ufes.

 O projeto do caminhão autônomo tem o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) e da empresa Vale, que forneceu o automóvel. .

Últimas