Folha Vitória Caminhoneiro que morreu em acidente envolvendo carro de luxo é enterrado em Vitória

Caminhoneiro que morreu em acidente envolvendo carro de luxo é enterrado em Vitória

Paulo Roberto Barbosa, de 47 anos, estava quase chegando em casa quando se envolveu no acidente

Folha Vitória
Foto: divulgação/ leitor
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O motorista de caminhão que morreu em um acidente envolvendo um carro de luxo na Rodovia do Sol durante o final de semana foi sepultado na manhã desta segunda-feira (25), em um cemitério de Vitória. 

Abalados, os familiares preferiram não gravar entrevista, mas disseram que estão revoltados com o acidente. Segundo a família, Paulo Roberto Barbosa, de 47 anos, tinha um ferro-velho e trabalhava com materiais recicláveis. 

Ele estava quase chegando em casa quando se envolveu no acidente. O filho do caminhoneiro, que tem 15 anos, acompanhava o pai no momento do acidente e ficou com ferimentos no braço, nas pernas e no pescoço. 

Durante o enterro, o adolescente ainda tinha dificuldade para andar.

Entenda como o acidente aconteceu neste final de semana

Foto: Diego Simao
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Segundo informações da Polícia Militar, os dois veículos seguiam no sentido Vila Velha, quando o caminhão mudou de faixa bruscamente e colidiu com o carro de luxo.

Com o impacto da batida, os dois veículos atravessaram a pista e pararam a menos de 1km da praça do pedágio.

De acordo com a família, pai e filho foram socorridos para um hospital de Vila Velha, mas o homem de 47 anos não resistiu aos ferimentos e morreu.

A polícia informou que a motorista do carro de luxo estava bastante nervosa durante a abordagem. 

Os militares precisaram fazer uso de força, spray de pimenta e contaram até com a ajuda de outras pessoas para conter a mulher, que foi colocada no cofre da viatura.

Em seguida, ela foi encaminhada para a UPA de Guarapari e, depois, para a Delegacia Regional do município.

Ainda segundo a PM, após o acidente, a condutora do Land Rover foi submetida ao teste do bafômetro, que deu positivo para ingestão de bebida alcoólica — taxa de 0,67 mg de álcool por litro de ar expelido. 

Em nota, a Polícia Civil informou que a motorista foi autuada em flagrante por embriaguez ao volante e desobediência, mas que pagou uma fiança e foi liberada. 

A partir do momento em que se constatou o óbito, foi instaurado um Inquérito Policial na Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari, para apurar e investigar o ocorrido.

Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória/Record TV

Últimas