Caminhonete que invadiu terminal de Campo Grande fugia de carro suspeito, diz testemunha

Confusão de ambulante com funcionários do Terminal Campo Grande e invasão de caminhonete na plataforma de passageiros marcaram a tarde no local

Foto: Leitor/whatsapp
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A caminhonete que invadiu o pátio do Terminal Campo Grande, e chegou a circular pela plataforma onde os passageiros esperam pelos coletivos, estava tentando fugir de um carro suspeito. A informação é de testemunhas que presenciaram a confusão na tarde da última quarta-feira (26).

Funcionários e passageiros ficaram assustados e houve correria. De acordo com a Ceturb, a vigilância do Terminal acionou a polícia, mas o motorista da caminhonete saiu antes da chegada da viatura. A polícia nega que tenha sido chamada para atender essa ocorrência. 

O motorista do veículo, antes de sair, tentou se explicar. Rodoviários que conversaram com ele disseram que ele estaria sendo perseguido por um carro suspeito, do lado de fora do Terminal. 

Confusão com ambulante

Outra confusão, no mesmo Terminal, também causou tumulto na tarde de quarta-feira (25). A briga envolveu fiscal e vendedor ambulante. Nas imagens registradas por um popular, um homem parece pedir para o ambulante deixar o local. No meio da discussão, outros passageiros interferiram e a confusão toma proporções maiores. 

Em seguida, um segurança chega e tenta apartar a briga, mas não consegue. De acordo com informações da Polícia Militar, o chefe do Terminal disse que havia sido agredido, bem como outro funcionário, pelo ambulante, que conseguiu fugir antes da chegada dos policiais, além de outros dois envolvidos. 

Ainda segundo o chefe do Terminal de Campo Grande, A agressão aconteceu depois de o ambulante ter sido informado que era proibido vender qualquer mercadoria no local. Segundo a PM, os envolvidos foram encaminhados para a delegacia, e assinaram um termo por suspeita de lesões corporais para responderem o caso na justiça. Eles foram ouvidos e liberados.