Folha Vitória Capixabã 2021: Com dois de Stênio Garcia, Rio Branco VN vence Rio Branco e vai em busca do bicampeonato

Capixabã 2021: Com dois de Stênio Garcia, Rio Branco VN vence Rio Branco e vai em busca do bicampeonato

Com primeiro tempo avassalador, Brancão polenteiro decide em 20 minutos e aguarda o adversário da decisão, que sai na partida amanhã entre Vitória e Real Noroeste

Folha Vitória
Foto: Cid Fernandes/Rio Branco VN
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Avassalador e cirúrgico. Assim podemos definir o Rio Branco VN na partida de hoje, mais especificamente no primeiro tempo. Após o empate sem gols no jogo de ida das semifinais, na última quinta-feira, o Brancão polenteiro novamente fez valer o fator casa para vencer o xará da capital, Rio Branco, e voltar a final do Capixabão.

O grande nome da vitória foi o atacante Stênio Garcia, que marcou duas vezes na vitória por 3 a 0, em partida disputado neste sábado (15), no estádio Olímpio Perim, em Venda Nova do Imigrante, região serrana do Espírito Santo.

GOLS

Assim como na decisão do campeonato estadual da última temporada e diferente das quartas contra a Desportiva, o time da casa chegou sem o peso da desvantagem e pôde jogar mais tranquilo dentro do seu estádio. Mesmo levando um susto no início com Matheus Bidick saindo cara a cara com Giovani Perim, contando com a boa saída do goleiro para evitar o gol, o Brancão polenteiro era mais perigoso.

Até que aos 16 minutos, após cruzamento e sobra dentro da área, Stênio Garcia chutou forte e furou as rede (literalmente) do goleiro Diogo para abrir o marcador. Onze minutos depois, a jogada mudou de lado e Arthur Faria fez o cruzamento rasteiro para Gustavo Tonoli, livre, mandar para o fundo das redes e fazer o segundo.

Na sequência, a equipe da casa reclamou de um pênalti não marcado de Esley sobre Arthur Faria, mas a arbitragem mandou seguir. O lance acabou não fazendo falta, pois em seguida o Brancão polenteiro fez mais um. Em nova jogada de Faria pela direita e outro cruzamento rasteiro, Stênio Garcia apareceu para fazer o segundo dele na partida ainda na primeira etapa.

No fim ainda deu tempo de cada time ter mais uma oportunidade. Primeiro o Rio Branco VN quase fez o quarto com Tonoli finalizando de fora da área, mas Diogo fez grande defesa. Já no último lance do primeiro tempo, Bidick cruzou da direita e por pouco não contou com a sorte, mas a bola bateu no travessão.

Na etapa final, o Capa Preta até voltou com uma postura melhor, buscando diminuir o prejuízo. No entanto, a pressão não surtiu efeito e nem resultado e o Brancão polenteiro chega à decisão pelo segundo ano consecutivo, agora defendendo o título de atual campeão.

ADVERSÁRIO

O adversário do Rio Branco VN na decisão será conhecido na tarde deste domingo (16), no confronto de volta da outra semifinal, entre Vitória e Real Noroeste. A partida acontece às 15 horas, no estádio Salvador Costa, em Bento Ferreira. Na ida, assim como na semi deste sábado, as equipes empataram por 0 a 0, no José Olímpio da Rocha, em Águia Branca.

Adas finais serão realizadas na próxima semana - o jogo da ida no meio e o da volta no final. A Federação de Futebol do Espírito Santo (FES) ainda vai definir os dias e horários. O certo é o que a partida de ida será no Salvador Costa ou no José Olímpio da Rocha e a volta no Olímpio Perim, porque o Rio Branco VN fez a melhor campanha da primeira fase.

Últimas