Folha Vitória Cariacica abre vacinação de adolescentes e idosos contra covid-19 nesta quarta

Cariacica abre vacinação de adolescentes e idosos contra covid-19 nesta quarta

Também serão abertas vagas para as doses de reforço em idosos que receberam a segunda dose de qualquer vacina há cinco meses ou mais

Folha Vitória
Foto: Cláudio Postay | Prefeitura de Cariacica
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Depois do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, anunciar que o Estado vai iniciar a imunização de adolescentes de 12 a 17 anos, as prefeituras começaram a divulgar como será a vacinação. 

A Secretaria Municipal de Saúde de Cariacica vai abrir nesta quarta-feira (15), às 14 horas, o agendamento para primeira dose para adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiências permanentes, privados de liberdade, gestantes, puérperas e lactantes; e de 15 a 17 anos sem comorbidades.

Também serão abertas vagas para as doses de reforço em idosos que receberam a segunda dose de qualquer vacina há cinco meses ou mais.

No mesmo horário também serão abertas vagas para segunda dose das vacinas Pfizer e Coronavac. A Semus aguarda o recebimento de novos lotes da vacina AstraZeneca por parte do Ministério da Saúde para abrir o agendamento.

O agendamento é feito por meio do vacinaeconfia.es.gov.br. Tanto para os adolescentes, quanto para a dose de reforço em idosos, a vacina que será aplicada é a da Pfizer.

Os idosos com 60 anos ou mais devem observar a data de aplicação da segunda dose antes de agendar a dose de reforço. Para a vacinação deste sábado (18), é preciso que a pessoa tenha recebido a segunda dose até dia 21 de abril.

Serra abriu vagas para adolescentes nesta terça-feira

Na Serra, o agendamento para adolescentes de 12 a 17 anos no município foi aberto nesta terça-feira (14), às 18h. A Prefeitura aguardava a resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) que foi publicada nesta tarde.

A vacinação vai acontecer na quarta (15), quinta (16) e sexta (17), nas unidades de saúde do município. A Prefeitura da Serra, abriu um agendamento exclusivo, com 2.810 doses pelo site.

Casagrande anuncia início da vacinação de adolescentes no Espírito Santo

O governador anunciou, nesta terça-feira (14), o início da vacinação contra a covid-19 em adolescentes de 15 a 17 anos, sem comorbidades, no Espírito Santo para esta semana. 

Casagrande também divulgou que o Estado iniciará a imunização de adolescentes de 12 a 17 anos com deficiência permanente, com comorbidades, gestantes, puérperas, lactantes e privados de liberdade.

Resolução define regras para vacinação de adolescentes no ES

Também nesta terça-feira (14), a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), publicou uma resolução que define as regras para a vacinação dos adolescentes no Espírito Santo.

Segundo a resolução, a prioridade na vacinação desse público será dada aos indivíduos de 12 a 17 anos com deficiências permanentes, comorbidades, privados de liberdade, gestantes, puérperas e lactantes. Em seguida, será a vez do grupo com idade entre 15 e 17 anos sem comorbidades.

A vacina a ser utilizada em todos os adolescentes será exclusivamente a da Pfizer/BioNTech.

No momento da vacinação, o adolescente deverá estar com sua identidade ou certidão de nascimento, além do CPF ou Cartão Nacional de Saúde (CNS). Para aqueles que se encontram em condições especiais, também será exigido um documento que comprove tal condição.

A data do documento comprobatório deverá ser de 2018 em diante, ou seja, dos últimos três anos, para condições permanentes, e 90 dias para condições adquiridas e transitórias — no caso das gestantes, puérperas e lactantes.

Documentação

Os documentos a serem apresentados, dependendo da condição apresentada, serão os seguintes:

- Laudo médico indicando a comorbidade ou a condição existente

- Declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz tratamento

- Laudo emitido por nutricionista, no caso da obesidade mórbida

- Cartão de gratuidade no transporte público, que indique condição de deficiência permanente

- Documentos comprobatórios de atendimento da pessoa com deficiência permanente em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência

- Documento oficial de identidade com a indicação da deficiência que indique se tratar de pessoa com deficiência permanente

Confira a lista de comorbidades abaixo:

>> Diabetes mellitus;

>> Pneumopatias crônicas graves;

>> Hipertensão arterial;

>> Insuficiência cardíaca (IC);

>> Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar;

>> Cardiopatia hipertensiva;

>> Síndromes coronarianas;

>> Miocardiopatias e pericardiopatias;

>> Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;

>> Arritmias cardíacas;

>> Cardiopatias congênitas no adulto;

>> Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;

>> Doença neurológica crônica;

>> Doença renal crônica;

>> Imunossuprimidos;

>> Hemoglobinopatias graves;

>> Obesidade mórbida;

>> Síndrome de down;

>> Cirrose hepática

*Com informações do governo do Estado e das prefeituras de Cariacica e Serra 

Últimas