Folha Vitória Cariacica realiza mutirão de vacinação contra a covid-19 neste sábado; oito mil vagas foram ofertadas

Cariacica realiza mutirão de vacinação contra a covid-19 neste sábado; oito mil vagas foram ofertadas

Durante o mutirão deste sábado, o prefeito do município, Euclério Sampaio, tomou a primeira dose da vacina

Folha Vitória
Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Para ampliar o contingente de cidadãos imunizados contra a covid=19 em todo o Espírito Santo, os municípios capixabas tem realizado mutirões de vacinação. Em Cariacica, foram abertas oito mil vagas para agendamento. As doses estão sendo aplicadas neste sábado (08).

No bairro Itaquari, em Cariacica, nem o tempo nublado espantou o público agendado para se vacinar na unidade. A assistente social Marta Lúcia Moreira, compareceu ao posto para tomar a primeira dose da vacina.

"Na hora que eu consegui agendar para hoje no posto, eu só sabia pular e agradecer. Hoje a sensação é de alivio e de agradecimento agradecimento à todos os órgãos de saúde e à Deus também", disse.

Há dois meses, Marta foi contaminada pelo novo coronavírus e o quadro de saúde dela ficou ainda mais complicado devido à hipertensão.

"A doença é assustadora, você não sabe de onde pega e você fica com medo de encostar em algum lugar e seus parentes e familiares serem contaminados também", explicou a assistente social.

Mutirão de vacinação

Em Cariacica, foram abertas oito mil vagas para o mutirão deste fim de semana. Mais de 80% das vagas foram preenchidas pela internet até a sexta-feira (07). Seguindo as proporções dos municípios situados na Grande Vitória, Cariacica é a cidade que mais vacina, levando em consideração as doses recebidas e aplicadas.

"O município tem se empenhado muito para realizar as vacinas o mais rápido possível à medida que chega na sexta, a gente realiza um grande mutirão no sábado e vai aplicando em grande velocidade durante a semana também", explicou a secretária municipal de saúde, Roberta Goltara.

Até o momento, mais de 78 mil moradores foram imunizados contra a covid-19 em Cariacica. Deste total, 58 mil tomaram a primeira dose e 20 mil completaram o ciclo de imunização.

Foto: Reprodução / TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Durante o mutirão deste sábado, o prefeito do município, Euclério Sampaio, também recebeu a primeira dose da vacina, pois é hipertenso e diabético.

"Hoje a vacina representa a esperança, representa a vida e nós queremos passar essa página ruim da história da humanidade. Todos os povos estão sofrendo e nós temos que ter cuidado. A vacina veio trazendo esperanças de dias melhores para a nossa população", afirmou o prefeito.

A expectativa da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) é vacinar todos os cidadãos que possuem comorbidades até o fim do mês de maio. Ao todo são cerca de 430 mil capixabas e para conseguir a vaga, os integrantes deste grupo precisam apresentar laudo médico.

A vacinação do grupo de cidadãos com comorbidade foi dividida em duas fases. Na primeira, serão atendidas pessoas de 18 a 50 anos que apresentam síndrome de down, deficiência mental/intelectual, pacientes renais crônicos, gestantes e mulheres em período pós parto.

A segunda fase atende os mesmos pacientes, mas com a faixa etária dos 50 aos 59 anos. Também foram incluídas pessoas que possuem quadros de diabetes, hipertensão e HIV.

Mesmo com a vacinação em dia, a dona Dalva de Souza promete continuar com os cuidados. "Continuo do mesmo jeito, os mesmos cuidados, com máscara, álcool em gel, sair de casa só em absoluta necessidade. Tudo continua do mesmo jeito", contou.

Vila Velha

Por meio de nota, a Prefeitura de Vila Velha, informou que vai disponibilizar mais de 10 mil vagas para agendamento da vacinação contra a covid-19 a partir das 17 horas deste sábado. 

As vagas são para pessoas com mais de 60 anos, pacientes renais crônicos, pessoas com síndrome de down ou outras doenças intelectuais e cidadãos com obesidade mórbida.

Também serão disponibilizadas vagas para pessoas entre 50 e 59 anos com comorbidades e para os profissionais da saúde que precisam tomar a segunda dose da vacina Astrazeneca.

* Com informações da repórter Aline Proença, da TV Vitória/Record TV.

Últimas