Folha Vitória Carnaval de Vitória terá estrutura mais moderna e novos espaços para o público

Carnaval de Vitória terá estrutura mais moderna e novos espaços para o público

Em sua próxima edição, ele será organizado pela LP Produções e Eventos, que nesta sexta assinará contrato com a Liesge, para gestão e realização do evento

Folha Vitória
Foto: Diego Alves/PMV
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma estrutura mais moderna, com novos espaços para o público e que promete dar maior conforto e comodidade aos foliões. Essa será uma das novidades do Carnaval de Vitória 2022, que ainda aguarda a liberação das autoridades sanitárias para a sua realização.

Em sua próxima edição, ele será organizado pela LP Produções e Eventos, que nesta sexta-feira (17) assinará contrato com a Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial (Liesge), para gestão e realização do evento. A assinatura ocorrerá no Hotel Golden Tulip, em Vitória, a partir das 15 horas.

De acordo com o empresário Pablo Pacheco, um dos responsáveis pela LP Produções e Eventos, o projeto da estrutura do Sambão do Povo para o carnaval está em fase final de elaboração. 

Para isso, foi contratada uma empresa referência em montagem de estruturas no Brasil, que já atuou em grandes eventos musicais no país.

"Após finalizado o projeto, teremos uma reunião com o Corpo de Bombeiros, que é o responsável por dar a liberação para que essa estrutura seja montada. Nossa expectativa é de apresentá-la ao público em torno de duas a três semanas após a assinatura do contrato. A intenção é proporcionar uma estrutura maior e mais moderna para o público", destacou Pacheco.

O projeto, que contempla a estrutura dos camarotes, acesso ao público, entre outros espaços, também prevê cumprimento dos possíveis protocolos de segurança sanitária, especialmente a questão da participação exclusiva no evento de foliões e trabalhadores vacinados contra o covid-19.

"Estamos otimistas com o avanço da vacinação no Espírito Santo, para que haja uma tendência de queda nos indicadores da pandemia", frisou o empresário.

Segundo Pablo Pacheco, também estão previstas a participação de grandes marcas ligadas ao mercado de cultura e entretenimento no Carnaval de Vitória, assim como o convite para artistas e celebridades nacionais marcarem presença nos dias de folia.

LEIA TAMBÉM:
>> Escolas de samba já planejam Carnaval de Vitória. Veja fotos de fantasias
>> Carnaval 2022: ordem do desfile do Grupo Especial de Vitória é definida por sorteio
>> Sambas-enredo do Carnaval de Vitória terão clipes exclusivos e áudios em todas as plataformas digitais
>> Carnaval de Vitória: atriz trans capixaba, Zampirolli será rainha da Boa Vista

Por meio de nota, a Liesge ressaltou que o contrato com a empresa de eventos será feito tendo em vista "a importância de oferecer uma nova organização dos desfiles, visando a qualidade artística e a valorização das tradições das comunidades das escolas de samba, com o intuito de colaborar para a preservação sócio-histórica do carnaval capixaba".

Confira a nota da Liesge na íntegra

Atualmente, o carnaval capixaba tem se destacado no cenário cultural, passando a ser divulgado pela grande mídia em âmbito nacional. Neste contexto, a importância de oferecer uma nova organização dos desfiles, visando a qualidade artística e a valorização das tradições das comunidades das escolas de samba, com o intuito de colaborar para a preservação sócio-histórica do carnaval capixaba.

O Carnaval de Vitória é um evento cultural constante do Calendário Oficial de Eventos da cidade de Vitória e tem como ponto alto os desfiles das escolas de samba, realizados uma semana antes do carnaval oficial, no Complexo Walmor Miranda, popularmente conhecido como “Sambão do Povo”. O crescimento desse evento é público e notório tanto que passou a ser reconhecido como “Carnaval do Espírito Santo” ou “Carnaval Capixaba”,uma vez que dele também participam escolas de samba de outros municípios do Estado.

A necessidade de fortalecer e incentivar o turismo para o carnaval sem duvida vai impulsionar a preservação da memória, da tradição das comunidades, e ainda fortalece a concepção de patrimônio e identidade étnica.

Últimas