Folha Vitória Carnaval: em 4 dias, 19 ônibus de turismo já foram autuados pela Prefeitura de Guarapari

Carnaval: em 4 dias, 19 ônibus de turismo já foram autuados pela Prefeitura de Guarapari

Desde o início do fim de semana as equipes têm realizado o monitoramento do local e todos os veículos que forem identificados serão autuados

Folha Vitória
Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarapari
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Desde a última sexta-feira (12), a Prefeitura de Guarapari já autuou 19 ônibus de turismo que foram flagrados pela fiscalização. De acordo com um decreto, ônibus de excursão, turismo, vans e similares de outros municípios estão proibidos de entrar na cidade. No entanto,  a medida, que visa reduzir a circulação de pessoas nesta época do ano, foi desrespeitada. 

Na manhã de segunda-feira (15), a equipe de reportagem da TV Vitória/Record TV flagrou a Praia do Morro, uma das principais de Guarapari, lotada. No calçadão, muitos turistas faziam exercícios sem máscara. Na areia, os banhistas também não usavam o equipamento de segurança, mas tentavam manter o distanciamento entre as barracas. 

Para evitar que o município volte ao risco alto, blocos e desfiles também estão proibidos. Há duas semanas do carnaval, o município aparecia em vermelho na classificação do Governo do Estado, o que resultou em uma série de restrições. Agora, a cidade está em risco moderado para a covid-19. 

Barreiras sanitárias
A Prefeitura de Guarapari informou, em nota, que as barreiras sanitárias continuam nos principais pontos da cidade proibindo a entrada de ônibus de turismo/excursão, vans e similares. A medida visa evitar e inibir a entrada de grande fluxo de pessoas. Entretanto, o município não pode impedir a entrada de veículos comuns.

Desde o início do fim de semana as equipes têm realizado o monitoramento do local e todos os veículos que forem identificados serão autuados. O monitoramento também está sendo realizado em outros pontos da cidade, mas não foi verificado aumento deste movimento.

"O momento não é de lazer e sim de cuidado, porém, sem a devida conscientização da população, este quadro de pandemia em saúde irá permanecer por mais tempo, levando outras pessoas a serem acometidas por esta doença que tanto os municípios, estados e países vem tentando combater", diz a nota. 

Últimas