Folha Vitória Casa de advogada é alvo de tiros durante a madrugada em Iúna

Casa de advogada é alvo de tiros durante a madrugada em Iúna

Polícia Civil analisa imagens para descobrir autores do crime

Folha Vitória
Foto: Divulgação Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A casa de uma advogada foi alvo de sete tiros na madrugada desta sexta-feira (10) em Iúna, na região do Caparaó. A vítima disse que suspeita que a motivação do crime esteja ligada a uma ação trabalhista na qual ela atuou.

De acordo com a Polícia Militar, a profissional estava na sala da residência, juntamente com seu marido e sua neta, quando aconteceram os disparos. Ainda de acordo com a PM, os suspeitos estavam em uma moto. Logo após atirarem contra a casa, eles fugiram em direção ao Bairro Quilombo.

Em nota, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Espírito Santo (OAB-ES) informou que "a Seccional, juntamente com a Comissão de Defesa das Prerrogativas, prontamente destacou um grupo de membros para prestar a devida assistência à advogada agredida, fazendo os registros e solicitações para que haja a firme apuração dos fatos por parte desta Ordem, visando disponibilizar, caso as suspeitas se confirmem, aqueles que ostentam escárnio à legislação e não se inibem em agredir a advocacia no exercício da profissão", destacou. 

Tiros em bar

Durante as investigações do caso, os militares receberam a informação de que uma pessoa teria dado entrada no hospital, vítima de disparos de arma de fogo. Na unidade, a equipe conversou com a vítima, que informou que estava em um bar com o esposo e amigos, quando passou uma moto com dois suspeitos e que o carona teria realizado cerca de quatro disparos em direção ao bar onde estavam.

Um dos tiros acertou a mulher nas costas de raspão. A vítima não reconheceu os autores nem soube dizer o que pode ter motivado tal fato. Foi realizado patrulhamento por toda cidade, mas até o momento, ninguém foi preso.

Foto: Divulgação Arquivo Pessoal
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Últimas