Folha Vitória Casagrande classifica triplo homicídio como barbárie e diz que polícia está atrás de criminosos

Casagrande classifica triplo homicídio como barbárie e diz que polícia está atrás de criminosos

Os corpos de três moradores de rua foram encontrados debaixo de uma ponte em Marechal Floriano, no início da noite de terça-feira (16), com marcas de tiros

Folha Vitória
Foto: Fábio Gabriel | TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O governador Renato Casagrande se manifestou publicamente, nesta quarta-feira (17), sobre o triplo homicídio ocorrido em Marechal Floriano, na Região Serrana do estado. Os corpos de três moradores de rua foram encontrados no início da noite de terça-feira (16), com marcas de tiros.

Casagrande classificou o ato como "barbárie". De acordo com o governador, a polícia capixaba está empenhada em identificar os autores do crime o quanto antes.

"O registro do triplo homicídio em Marechal Floriano nos deixa estarrecidos em constatar a que ponto pode chegar a crueldade de uma pessoa. A nossa polícia vai alcançar esses assassinos e fazer justiça àqueles que não puderam se defender de tamanha covardia", declarou.

Corpos foram encontrados por outro morador de rua

Os corpos das vítimas foram encontrados por um outro morador de rua, que as conhecia. Eles foram localizados debaixo de uma ponte que passa sobre o Rio Jucu, na BR-262. As vítimas são dois homens e uma mulher, com idades entre 35 a 50 anos. 

Ao perceber que havia marcas de tiros nos corpos, o morador de rua chamou a Polícia Militar, que foi ao local. A Polícia Civil também foi acionada.

Um perito da PCES disse à reportagem da TV Vitória/Record TV que acredita que o crime tenha ocorrido durante a madrugada de terça ou durante a manhã. Ele disse ainda que as marcas de tiros estavam todas nas cabeças das vítimas.

Alguns moradores da cidade, que conversaram com a reportagem, disseram que conheciam as vítimas de vista e que não sabiam de qualquer envolvimento delas com crimes como roubo ou furto. Segundo os moradores, as vítimas trabalhavam catando ferro e latinha na rua e, às vezes, vendiam doces.

Os corpos foram levados para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para serem identificados e necropsiados.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Polícia de Marechal Floriano iniciou as diligências assim que tomou conhecimento do fato. 

A equipe coletou imagens de monitoramento e está levantando informações que possam auxiliar na elucidação do crime. O local foi isolado e periciado.

A Polícia Civil destacou ainda que a população pode auxiliar com informações que ajudem a elucidar o crime, de forma anônima, por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo site www.disquedenuncia181.es.gov.br. Todas as informações fornecidas são investigadas.

Últimas