Folha Vitória Casal capixaba cria rede social que reúne pessoas com doenças raras

Casal capixaba cria rede social que reúne pessoas com doenças raras

Rede social "Rares Together" promove interação e troca de informações entre quem enfrenta o cotidiano marcado por comorbidades e transtornos...

Folha Vitória
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um casal de empresários de Vitória criou uma rede social que aproxima pessoas que convivem com doenças raras ou que possuem transtornos como o autismo, o Transtorno Opositivo desafiador (TOD) e a Síndrome de Down. 

A rede "Rares Together" é uma forma que eles ofereceram para que pacientes, familiares, médicos especialistas, profissionais da Saúde e instituições ou entidades interessadas compartilhassem informações, trocando experiências sobre cotidiano, tratamento, e, acima de tudo, socialização. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

"Pensamos em como essas pessoas nessas condições se sentem muitas vezes sozinhas, ficando isoladas. A rede faz, num primeiro momento, esse papel de servir de ponte entre elas como uma rede social convencional. A partir do momento em que você se sente inserido numa comunidade, com um sentimento de pertencimento, fica mais fácil você lidar e seguir em frente com a situação, num suporte emocional mútuo", explica a empresária Marcelle Pimenta. 

Ela participa nesta quinta-feira (15), às 20h, da live quinzenal "E se fosse seu filho?", transmitida nas redes sociais do Folha Vitória e mediada pela psicopedagoga e fundadora do grupo de apoio aos pais de autistas Força Azul ES, Bárbara Campos, e pela presidente da Amaes, Pollyana Paraguassú.

Morando em Portugal há nove anos, Marcelle e o marido Rodrigo são pais de um menino autista de 11 anos, que foi diagnosticado quando era um bebê de um ano e 8 meses. 

"A partir dessa experiência com nosso filho, a gente foi percebendo como era a realidade tanto dos pacientes quanto dos familiares e de como, muitas vezes, a falta de informação torna o contexto das doenças e dos transtornos doloroso e difícil. Há muita informação falsa circulando sobre tratamento e terapias, dificultando ainda mais a situação. Passamos a elaborar essa rede porque algo precisava ser feito em prol dessas pessoas", relembra.

Rede faz verificação de médicos e profissionais da Saúde

Ao se cadastrar, o internauta se identifica em seu perfil se é paciente, familiar, terapeuta, médico ou representante de alguma instituição envolvida no tratamento, acompanhamento da doença ou transtorno. 

O usuário também identifica qual é a doença ou transtorno relacionado. Até o momento, são 42 tipos de comorbidades raras e transtornos citadas na rede.

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A partir do cadastro, o algoritmo faz um cruzamento de dados para sugerir as opções de perfis a seguir e pessoas que passam pelos mesmos problemas e dificuldades que o usuário. Também passa a indicar profissionais de saúde especialistas na patologia específica. 

LEIA TAMBÉM: Família de Alex Lima vende latas natalinas para custear tratamento de saúde do artista

"Isso é importante porque é possível entrar em contato direto com médicos especialistas, contribuindo para promover informações corretas e conteúdo de interesse e atual para o paciente ou para o seu familiar. Além disso, os médicos e profissionais que se cadastram podem ser verificados a partir do que postam. Há um botão de verificação em que documentações e referências deles são exigidas, caso seja necessário", explica a empresária.

Com dois meses de funcionamento, o app, totalmente gratuito, pode ser obtido nas lojas online para os sistemas IOS e Android. A rede tem usuários do Brasil, Portugal, Sérvia, Inglaterra e Estados Unidos.

Como baixar:

No site: https://www.rarestogether.com/

Aplicativo: disponível para os sistemas IOS e Android. Nas lojas online procurar por "rare together". 

Informações: enviar mensagem para rarestogether@gmail.com

Últimas