Folha Vitória Casal é assaltado em estacionamento de supermercado em Vitória

Casal é assaltado em estacionamento de supermercado em Vitória

As vítimas estavam guardando as compras quando foram rendidas pelos suspeitos

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um casal foi rendido e teve o carro roubado dentro do estacionamento de um supermercado no bairro Santa Lúcia, em Vitória. As vítimas estavam guardando as compras, quando foram rendidas pelos suspeitos. 

O empresário João Paulo Alexandre de Oliveira contou que tinha ido buscar a esposa no trabalho. Na volta para casa, o casal resolveu passar no supermercado. A esposa do empresário, Irene de Fátima, entrou no carro, enquanto o marido guardava as compras.

"Quando abri o porta-malas, vieram dois meliantes armados falando: 'perdeu, perdeu'. Eu achei que era brincadeira. De repente, tinha uma arma na minha cabeça. Aí me dei conta que era um assalto. Ele já pegou chave, mas a carteira não saía do bolso. Ele engatilhou o revólver para atirar", contou João.

A esposa do rapaz levou um susto. "Foi apavorante. Você fica a mercê de uma pessoa que você não sabe qual vai ser a reação. É uma sensação de impotência", disse.

O carro levado era do modelo Prisma, na cor prata, do ano de 2009/2010. Segundo as vítimas, o veículo não tinha seguro. 

Além do carro com as compras, os suspeitos levaram os celulares e as carteiras das vítimas com os documentos e R$ 800 em dinheiro. 

João contou que o estacionamento estava escuro no momento do assalto e, por isso, ele não conseguiu identificar os criminosos. O rapaz disse ainda que achou que a arma era falsa, mas ficou com medo de reagir. 

O empresário é dono de uma empresa de reformas e construções. A esposa contou que ele usava o carro para levar material e ferramentas para os locais que iria trabalhar. O casal ainda tenta se recuperar do susto. 

"Eu estou assustado até agora. Sensação de impotência. Nunca tinha passado por isso. Levar coisas que conquistamos com tanto sacrifício. As leis são muito frouxas, eles prendem e a justiça solta", lamentou João. 

A Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos e, até o momento, nenhum suspeito foi detido. O carro ainda não foi localizado. 

*Com informações do repórter Álvaro Zanotti, da TV Vitória/Record TV. 

Últimas