Centro de pesquisa de hospital capixaba participa de estudo mundial para tratamento de câncer

O Centro de Pesquisa do Hospital Santa Rita também realiza outros dois estudos internacionais com novas medicações para tratamento de câncer de fígado

Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O Centro de Pesquisa Clínica do Hospital Santa Rita incluiu, na última quinta-feira (20), um paciente na pesquisa INDUCE 3, do laboratório britânico Glaxo SmithKline (GSK), que avalia a eficácia de um novo tratamento para tumores em de cabeça e pescoço em estágio avançado. O paciente é o primeiro do Brasil a ser incluído no estudo. 

O oncologista clínico Gláucio Bertollo, responsável pelo centro de pesquisa capixaba, contou que a pesquisa envolve a administração de medicamentos imunoterápicos, com efeitos satisfatórios nos testes iniciais. A pesquisa está entrando na Fase 2-3 de comprovação da eficácia. A nova droga e o acompanhamento médico estão sendo feitos no próprio Hospital Santa Rita.

O estudo, segundo Bertollo, utiliza o tratamento tradicional e constante nos protocolos de câncer e o compara com a nova medicação em teste. A evolução do tratamento é acompanhado pelos médicos e pesquisadores. Comprovada a eficácia do novo medicamento, a conduta pode ser mudada em âmbito global para o tratamento da doença. 

Outros dois estudos internacionais com novas medicações oncológicas para tratamento de câncer de fígado são realizadas pelo Centro de Pesquisa Clínica do Santa Rita. 

Todos os pacientes das pesquisas são voluntários e, além do benefício à ciência, são tratados com os melhores e mais avançados medicamentos contra a doença.