Folha Vitória Chef capixaba lança livro com receitas à base de maconha e faz o maior sucesso

Chef capixaba lança livro com receitas à base de maconha e faz o maior sucesso

A obra traz receitas de chá, café, drink, entrada principal, sobremesa, e muito mais

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Colombeck é capixaba e foi para o Uruguai em 2016

O chef capixaba Gustavo Colombeck acaba de lançar um livro de receitas à base de maconha. Na obra, ele mostra que a planta é versátil e vai bem desde a entrada até a sobremesa!

Inusitado e uma aposta que tem feito o maior sucesso, o Manual da Culinária Cannabica tem receitas elaboradas para quem ama se aventurar na cozinha e experimentar novos sabores. 

"A ideia surgiu no meio da pandemia. Recebi essa proposta da Editora MolusComix, que viu que eu estava parado e organizando apenas alguns eventos privados, mas depois que veio a pandemia e se fechou tudo, comecei a criar receitas e testar pratos na minha casa e com isso, ofereci aos meus antigos clientes pratos novos do projeto"

Tudo no improviso, mas sempre com muita dedicação e amor pela cozinha...

"Nessa viagem que fiz do Uruguai para a Europa surgiram algumas receitas de improviso, na casa de amigos, em jantares, e daí veio a necessidade de começar a escrever um pouco mais sobre a culinária canabica e ter essas receitas registradas". 

O Manual da Culinária Cannabica vai muito além dos populares "brisadeiros". São molhos, entradas, pratos principais, sobremesas, sucos, drinks, chás e cafés, isso porque, segundo Colombeck, a planta é versátil.

"A ideia desse livro é conscientizar as pessoas quanto ao consumo e que a maconha não é só para afumar ou pra colocar na comida e ficar 'chapado'". 

Mas se você pensa que o livro vai parar nas 40 receitas, se engana. O chef contou que vem muito mais pela frente. 

"Hoje é o primeiro livro, mas tenho mais de 150 receitas na cabeça para produzir. Por enquanto, esse primeiro livro é um teste para ver como vai ser a saída do público e em seguida vamos produzir mais coisas". 

O chef, que é natural na Serra, no Espírito Santo, mudou para o Uruguai em 2016. Colombeck é formado em Gastronomia. Chegando ao país onde o consumo da erva é permitido desde 2014, ele percebeu uma oportunidade única de unir suas paixões: a maconha e a cozinha. 

"No Uruguai, como já trabalho com a culinária canabica, já tenho o meu público. Mas no Brasil não há muita informação, então decidi passar o que tenho de conhecimento entre esses países que fui. Países esses onde a cannabis é regulamentada e se pode adquirir algum comestíveis com cannabis desde a semente de cânhamo ao óleo extraído da semente, até mesmo produtos trabalhos com CBD e muitas vezes com THC".

"Como já trabalhava no Uruguai com todos esses processos, ir para a Europa foi abrir a cabeça para outro mundo da culinária canábica".

Colombeck contou que encontrava muitas pessoas vendendo cookies e brownies com maconha nas ruas e, por isso, decidiu inovar, fazendo o mesmo com os alfajores, o doce mais popular no Uruguai. Ele montou uma barraca em uma feira e no primeiro dia vendeu toda a produção.

"Assim como o cânhamo é o super alimento entre os seis superalimentos no mundo, isso despertou a minha curiosidade de querer saber um pouco mais do que podia ser feito com a maconha, e aí surgiu o livro com receitas de chá, café, drink, entrada principal, sobremesa, enfim, de tudo um pouco", 

Em poucos meses, o capixaba tornou-se uma referência na culinária cannabica em todo o mundo. 

"Queria muito viver a experiência de morar num lugar onde o cultivo e o consumo da ganja não fossem criminalizados, como no Brasil. Também viajei pela Europa, estive em cidades como Barcelona, Amsterdam e Lisboa visitando clubes e conhecendo os chefs que se arriscaram na culinária cannabica".

Agora, essas experiências profissionais de Colombeck podem ir para as mãos dos leitores. 

"As 40 receitas que compõem este livro foram criadas durante minhas viagens e no meu projeto Chef Weed House, no qual o desafio é chegar na casa de alguém e cozinhar com maconha usando os ingredientes que se tem à mão. A vida me preparou para o improviso".

Para comprar a obra

Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
A obra pode ser adquirida na versão online

A versão digital do livro fica por R$ 50. É possível ainda levar a obra com outras do catálogo da editora responsável pela publicação do Manual da Culinária Cannabica como o Diário de Uma Mãeconheira, da escritora Maíra Castanheiro, e Moluscontos, uma coletânea de histórias do Molusco, um dos grandes nomes do cenário canábico brasileiro.

Saiba como garantir o seu!

Conheça o chef

Para conhecer mais sobre Gustavo Colombeck, é só conferir os perfis nas redes sociais: @colombeck e @chefweedhouse e @chefweedclub.

Últimas