Folha Vitória Chuva no Espírito Santo: veja as regras e tire suas dúvidas sobre auxílio de R$ 3 mil

Chuva no Espírito Santo: veja as regras e tire suas dúvidas sobre auxílio de R$ 3 mil

Para serem assistidas pelo benefício, que possui caráter compensatório, as famílias devem atender a critérios previstos no projeto...

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O governo do Estado publicou no Diário Oficial desta quarta-feira (07) a sanção do projeto que concede auxílio de até R$ 3 mil para as famílias capixabas impactadas pelas fortes chuvas que têm assolado o Espírito Santo nas últimas semanas.

Também conhecida como uma nova edição do Cartão Reconstrução ES, a iniciativa traz algumas regras que precisam ser seguidas para ter acesso à verba. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Segundo a Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), para ter direito ao benefício, que possui caráter compensatório, as famílias devem atender aos critérios listados abaixo: 

- Ter cadastro no CadÚnico, com dados atualizados nos últimos 24 meses; 
- Ter renda familiar de até 3 salários mínimos; 
- As residências atingidas precisam estar localizadas em munícipios que decretaram estado de calamidades pública, homologado pelo Estado; 
- Ter os danos residenciais causados pelas chuvas comprovados pelos órgãos competentes (Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e secretarias municipais de assistência social).

Cartão de débito

Ainda segundo a Setades, o benefício será disponibilizado por meio de um cartão de débito, que poderá ser utilizado em qualquer estabelecimento credenciado à Rede Banescard, para a compra de material de construção, eletrodomésticos, móveis, alimentos, entre outros. 

Organização dos municípios

Apesar de a proposta ter sido sancionada nesta quarta-feira (07), o cadastro das famílias visando ao recebimento do benefício não acontecerá de maneira imediata, segundo a Setades. A pasta informou, por meio de nota, que os trâmites legais e operacionais do benefício ainda estão em processo de conclusão. 

LEIA TAMBÉM: Capixabas atingidos por chuvas terão auxílio de até R$ 3 mil; veja quem tem direito

Por fim, a secretaria ressaltou que somente após a publicação do decreto que regulamenta a lei e estabelece os critérios de concessão do Cartão Reconstrução, que os municípios poderão se organizar para o recebimento dos requerimentos das famílias que terão direito ao benefício. O decreto regulador deve ser publicado nos próximos dias.

Reedição do cartão

Em janeiro de 2014, também em virtude de prejuízos causados pelas chuvas, a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) aprovou a criação do Cartão Reconstrução ES no valor de R$ 2,5 mil. Em 2016, o texto da lei foi alterado, mudando critérios para concessão do benefício.

Em janeiro de 2020, a Ales aprovou, em sessão extraordinária, o Cartão Reconstrução ES no valor de R$ 3 mil (PL 60/2020) para ajudar na compra de móveis, eletrodomésticos e materiais de construção pelas famílias prejudicadas pelas chuvas de janeiro.

Últimas