Folha Vitória Cinco pessoas da mesma família são detidas por furto em linha de trem desativada em Viana

Cinco pessoas da mesma família são detidas por furto em linha de trem desativada em Viana

Guarda Municipal flagrou um carro em uma região de mata, cheio de placas e parafusos de ferro

Folha Vitória
Foto: TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Um crime cometido em família resultou na prisão de cinco pessoas, na tarde desta quarta-feira (19). Elas foram flagradas furtando partes de trilhos de trem fora de operação, que passa pela região de Peixe Verde, na zona rural do município de Viana. A operação foi realizada pela Guarda Municipal.

Depois de diversas denúncias de que pessoas estariam furtando os trilhos do trem, o patrulhamento na região foi intensificado. Durante a tarde desta quarta, a Guarda flagrou um carro em uma região de mata, cheio de placas e parafusos de ferro.

Assim que viram as viaturas da Guarda, os suspeitos se esconderam na área de mata. Os agentes fizeram buscas e, cerca de duas horas depois, conseguiram encontrar os suspeitos. Cinco pessoas da mesma família acabaram detidas. 

Para a Guarda, eles explicaram que estavam passando dificuldades financeiras e, por isso, furtaram o trilho que, segundo eles, já estava solto. Os suspeitos não têm passagens na Justiça, mas foram conduzidos para o DPJ de Cariacica, com todo o material apreendido.

Um funcionário da empresa responsável pela malha ferroviária contou que esses crimes têm acontecido com frequência, desde a segunda quinzena de abril. Até agora, mais de 400 metros do trilho já foram furtados. Segundo a Guarda, o material é furtado no município de Viana e vendido para ferros velhos do município de Cariacica.

Na última segunda-feira (17), quatro ferros-velhos foram fechados e mais de quatro toneladas de metais pesados foram apreendidas em Cariacica, durante uma operação integrada da Polícia Civil com fiscais da prefeitura. O objetivo da operação é combater as irregularidades no mercado de materiais reciclados.

*Com informações da repórter Gabriela Valdetaro, da TV Vitória/Record TV

Últimas