Folha Vitória CNH Social: em 24h, programa registra mais de 30 mil inscritos no ES

CNH Social: em 24h, programa registra mais de 30 mil inscritos no ES

O anúncio do programa foi realizado na terça-feira (22) pelo governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo

Folha Vitória
Foto: Divulgação / Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Foram abertas as inscrições para as 10 mil vagas do programa CNH Social 2022 . O programa voltado para pessoas com baixa renda conquistarem uma Carteira Nacional de Habilitação, já conta mais de 30 mil inscrições em apenas 24h.

De acordo diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), Givaldo Vieira, na amanhã desta quinta-feira (23) o número de inscritos chegou na casa dos 34 mil candidatos. 

"Até este momento, 34 mil pessoas já se inscreveram, então as buscas estão sendo grandes. No último processo, tivemos 70 mil candidatos, então esse novo processo pode até superar esse número" , contou 

O anúncio foi realizado na terça-feira (22) pelo governo do Estado, por meio do Detran|ES. As inscrições podem ser feitas até as 23h59 do dia 1º de abril, exclusivamente no site www.detran.es.gov.br, sem a necessidade de o interessado sair de casa.

Leia também: CNH de graça no ES: veja quem pode participar e como se inscrever

Os selecionados serão divulgados no site do Detran|ES, a partir das 12 horas do dia 04 de abril de 2022, com os prazos das três fases de matrícula dos selecionados em ordem de classificação. Segundo o diretor, a seleção acontece com base nos dados do Cadastro Único (CadÚnico). 

"O sistema vasculha os dados das pessoas no Cadastro Único que vem da  Caixa Econômica Federal. Diante disso, os inscritos vão sendo selecionados. A seleção é avaliada em primeiro lugar pela menor renda, em seguida o maior número de membros na família e depois outros critérios são seguidos como nível de escolaridade."

Os interessados poderão se inscrever para obter a primeira habilitação nas categorias A (moto) ou B (carro); e, para aqueles que já são habilitados, a adição da categoria A ou B e a mudança de categoria D (van, micro-ônibus, ônibus) ou E (caminhão e carreta).

*Com informações da repórter Danielle Cariello, da TV Vitória/Record TV

Últimas