Folha Vitória Cobradores do Transcol terão contratos suspensos por mais dois meses

Cobradores do Transcol terão contratos suspensos por mais dois meses

Os profissionais estão afastados das funções desde maio deste ano. A princípio, seria pelo prazo de 60 dias. Esta é a segunda prorrogação realizada

Folha Vitória
Foto: Divulgação
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A suspensão dos contratos dos cobradores do sistema Transcol será prorrogada por mais dois meses, de acordo com uma portaria publicada no Diário Oficial do Espírito Santo desta sexta-feira (11), pela Secretaria de Mobilidade Urbana e Infraestrutura (Semobi). Os profissionais estão afastados de suas funções desde o dia 17 de maio deste ano. Com a decisão, o afastamento será por, pelo menos, seis meses.

A princípio, o afastamento seria por dois meses, conforme permitido por meio de uma medida provisória. No entanto, este período foi prorrogado por mais tempo, após a ampliação dos prazos para que empresas e empregados firmem contratos de redução proporcional de jornada e de salário e de suspensão temporária do contrato de trabalho.

O afastamento dos cobradores foi uma das medidas adotadas pelo Governo do Espírito Santo para evitar a disseminação do novo coronavírus. Sem a presença dos profissionais nos coletivos do Sistema Transcol, a única forma de efetuar o pagamento da tarifa neste período é por meio do Cartão GV, ou seja, provisoriamente, não há circulação de dinheiro em espécie nos coletivos.

O texto da portaria considera a publicação do Decreto Federal 10.470, publicado em 24 de agosto de 2020, que prorroga os prazos para os acordos de redução proporcional de jornada e de salário e de suspensão temporária do contrato de trabalho e para efetuar o pagamento dos benefícios emergenciais.

Para manter o afastamento, a Semobi considerou, ainda, a necessidade de continuar mantendo as medidas emergenciais que possibilitem a redução do risco de contaminação no Sistema Transcol aos usuários e rodoviários pelo coronavírus.

Com a segunda prorrogação, os contratos dos cobradores se manterão suspensos pelo prazo de 180 dias. 

Últimas