Folha Vitória Com alta nos preços da carne vermelha, procura por peixe aumenta em Vitória

Com alta nos preços da carne vermelha, procura por peixe aumenta em Vitória

Um supermercado em Vitória colocou um dispositivo de seguranças nas peças de carne vermelha

Folha Vitória
Foto: Reprodução TV Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Com a alta dos preços da carne vermelha e ás vésperas da semana Santa, a procura por pescados tem aumentado em Vitória. Em uma peixaria, a procura aumentou em 30% nos últimos dias. A demanda por pescados foi percebida logo depois do Carnaval. 

O aumento chamou a atenção do Procon de Vitória, que vai intensificar a fiscalização. O órgão visitou as peixarias da Praia do Suá para verificar as condições de armazenamento e se os preços são exibidos de forma clara.

Além disso, vão montar um plantão para recebimento de reclamações na semana que antecede a data. As denúncias poderão ser feitas por meio do aplicativo Procon Vitória ou pelo telefone 156.

A gerente do Procon, Denize Izaíta disse que a atuação da equipe de fiscalização será intensa para que as relações de consumo sejam cada vez mais harmônicas. "Os consumidores nos relatam que o preço que é praticado para um consumidor não é necessariamente para outro. Isso é muito grave. Todos os produtos precisam ter o preço expostos", orientou Denize. 

De acordo com o proprietário de uma peixaria na Praia do Suá, em Vitória, Vinícius Lorenzoni, a busca por pescados, como tilápia e filé de pescada aumentou cerca de 30%. "Muita gente tentando fazer essa troca, para além de economizar, tentar melhorar a alimentação".

O quilo da peroá branca, carro chefe da peixaria de Vinícius, custa R$ 12,90. Já o budião, mais usado para consumo em filés, sai por R$ 19,90 o quilo. Um pouco mais caro, o quilo do cação custa R$ 31,90.

O gerente de uma peixaria da Praia do Suá, Breno Ferreira afirmou que o movimento na região aumenta, afinal, falta uma semana para a sexta-feira da paixão, que será no dia 02 de abril. "Ainda estamos com reflexo do verão, mas a semana Santa começa uma semana antes, o que faz com que a galera comece a comprar e armazenar para ter no dia". 

Foto: reprodução vídeo
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória
Supermercado em Vitória instala dispositivo de segurança nas peças de carne vermelha

Enquanto o preço da carne vermelha segue nas alturas, um supermercado de Bento Ferreira colocou um dispositivo anti-futro nas peças de picanha. Elas chegam a custar mais de R$ 130. Já para os demais cortes não há essa segurança para evitar furtos.

Por meio de nota, a rede disse que é um procedimento padrão de segurança utilizado pelo segmento de varejo e atacado em diversas categorias de produtos. 

Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/ RecordTV

Últimas