Folha Vitória Com baixas por covid-19, seleção ucraniana relaciona preparador de goleiros para jogo contra França

Com baixas por covid-19, seleção ucraniana relaciona preparador de goleiros para jogo contra França

Três dos quatro goleiros convocados testaram positivo para o coronavírus. Com isso, o goleiro aposentado Oleksandr Shovkovski entrou na lista de relacionados

Folha Vitória
Foto: Pavlo Kubanov/Federação ucraniana de futebol
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Com amistoso internacional marcado para esta quarta-feira (07) contra a França, a seleção da Ucrânia teve um surto de coronavírus entre o grupo de atletas. Dentre os contaminados estão três dos quatro goleiros convocados pelo técnico Andriy Shevchenko, Andriy Pyatov do Shakhtar Donetsk, Andreï Lounin, do Real Madrid, Youri Pankiv, do Oleksandria.

Dessa maneira, a comissão técnica recorreu a uma solução o tanto quanto inesperada e relacionou o preparador de goleiros da seleção, Oleksandr Shovkovski, de 45 anos, para a partida contra os atuais campeões mundiais.

O membro da comissão técnica, que também foi arqueiro, construiu uma carreira sólida com a camisa do Dínamo de Kiev e também na própria seleção ucraniana. Profissionalmente, Shovkovski começou no ano de 1993 e se aposentou em 2016, aos 41 anos, sendo que foi convocado pela primeira vez para a seleção em 1994.

O atual preparador de goleiros, no entanto, deve começar no banco de reservas. Georgi Bouchtchane, o único da posição em condições, deve começar a partida como titular. Após o amistoso contra a França, o time de Shevchenko terá dois compromissos pela Liga das Nações contra a Alemanha, no sábado (10), e Espanha, na terça-feira (13).

Últimas